Homem preso após roubar aliança de mulher pode ter feito outras vítimas, diz GCM

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 23/05/2019

O homem que foi preso após roubar a aliança de uma mulher na última segunda-feira, dia 20, na região do Pirajuçara, pode ter feito outras vítimas, segundo alega a Guarda Civil Municipal. 

Os agentes informaram que no mesmo dia em que foi detido, o rapaz pode ter assaltado outra moça, só que ela não conseguiu reconhecê-lo porque no momento do crime ficou muito nervosa.

Ainda de acordo com os agentes, diversas pessoas chegaram a informar a corporação que uma pessoa com as mesmas características do detido e da motocicleta tinha realizado outros roubos de aliança.

O homem assaltava na maioria das vezes mulheres que estavam sozinhas. Ele chegava perto, simulava que estava armado e depois fugia em uma motocicleta. As principais ruas em que ele agia eram na Kizaemon Takeuti, na Avenida Fernando Fernandes e na Estrada das Olarias.

O homem foi preso depois que uma vítima acionou os guardas que realizavam patrulhamento. Ela informou sobre o roubo e passou a placa da motocicleta usada e as características do assaltante.

Pela central de rádio, a equipe conseguiu descobrir o nome e o endereço do proprietário do veículo e se dirigiram ao local. No caminho, porém, encontraram o rapaz trafegando com a motocicleta de placa anotada.

O suspeito iniciou fuga após ver as viaturas e foi perseguido pela equipe do bairro até desaparecer ao entrar em uma viela.

Os agentes foram até a casa do homem, onde ele chegou a pé momentos depois. Questionado, ele confessou o roubo e revelou o lugar onde a motocicleta e a aliança tinham sido escondidas.

 

 

Comentários