Sem oposição, Ney e vereadores da base comemoram aniversário de 60 anos de Embu em sessão solene

Por Gabriela Pereira - Especial para o Jornal na Net | 25/02/2019

A sessão solene em comemoração aos 60 anos de emancipação político-administrativa de Embu foi realizada neste sábado, dia 23. Esta foi a primeira vez que a celebração ocorreu 5 dias depois da data em que a cidade fez aniversário, na segunda-feira, dia 18. A cerimônia contou com a presença do prefeito Ney Santos e dos vereadores da base governista. Os do bloco de oposição, composto Rosangela Santos (PT), Edvânio Mendes (PT), André Maestri (PTB) e Dra. Bete (PTB), no entanto, não compareceram, assim como no ano passado.

"Hoje, sem sombra de dúvidas, é um momento importante para Embu das Artes, é quando a gente comemora mais um ano do nosso município", reconheceu Ney." Uma cidade que era pequenininha, que passou a médio porte e hoje se tornou uma das grandes do Estado de São Paulo, que já passa quase de 300 mil habitantes, que gera renda e emprego", disse ainda o prefeito, que aproveitou para fazer um balanço de seu governo e elogiar seus aliados no Legislativo.

Durante a cerimônia, também foi entregue a medalha 18 de fevereiro, um agraciamento dos vereadores presentes a 15 munícipes que contribuiram de alguma forma com o crescimento da cidade. Entre os homenageados estavam professores da rede municipal, artistas da cidade, líderes comunitários e até mãe de vereador.

"É uma honra poder presidir a Câmara Municipal e neste momento histórico poder celebrar não apenas o aniversário da nossa cidade. Quando nós decidimos realizar essa solenidade no dia de hoje, é porque mais que uma sessão solene, nós precisamos entregar para nosso povo o compromisso que assumimos com ele nas ruas", disse Hugo Prado, presidente da Câmara, em fala que exaltou o governo de seu aliado, Ney Santos. Hugo homenageou Roberto Terassi, ex-prefeito da cidade.

Uma outra personalidade que chamou atenção durante a sessão foi Leiliane Raquel da Silva, que ficou conhecida após tentar salvar o motorista sobrevivente no acidente que vitimou o jornalista Ricardo Boechat e o piloto de helicóptero Ronaldo Quattruci. Ela, mesmo não sendo de Embu, foi homenageada por toda a Câmara e recebeu a placa de  Cidadã Embuense.

"Você sem sombra de dúvidas se tornou a maior heroína do povo brasileiro, e hoje a nossa casa de lei sai na frente em trazer você para receber essa homenagem. Nós sabemos que tudo o que você fez não foi com o intuito de aparecer, mas sim de ajudar. E a gente precis honrar quem merece honra", disse ainda Ney Santos para Leiliane.

A moça, de 28 anos, mora em Pirituba e ganhou uma bolsa 100% para enfermagem na Fecaf, em Taboão da Serra, curso que sempre desejou estudar. Em entrevista à imprensa, no entanto, ela disse que não pensa em se mudar para a cidade agora.

A cermimônia também foi marcada pelo anúncio das próximas inaugurações do governo Ney, como a entrega da subsede da GCM, no Jardim Santo Emília, e a de 118 apartamentos no Jardim São Marcos, além do início das obras no campo do Dom José.

Comentários