Geraldo Cruz perde eleição de deputado estadual após dois mandatos

Por Sandra Pereira | 7/10/2018

O deputado estadual Geraldo Cruz perdeu a eleição neste domingo, dia 7, com 36.111 votos, após duas vitórias consecutivas como deputado estadual. Na primeira eleição em 2010 ele foi eleito com mais de 100 mil votos. Em 2014 após rachar com a administração do prefeito Chico Brito, viu sua votação cair para menos de 60 mil votos. Depois de disputar e perder a eleição para prefeito de Embu em 2016 o petista chegou a anunciar que não disputaria mais a eleição de deputado.


Geraldo Cruz foi prefeito de Embu por 8 anos e deixou o cargo com aprovação superior a 70%. Antes de ser prefeito ele foi vereador por três mandatos consecutivos. No último mandato na Câmara de Embu ganhou fama depois de denunciar a chamada “farra dos congressos”, que deixou inelegível dezenas de políticos na região.


Quando deixou a cadeira de prefeito, após eleger o seu sucessor no cargo, Chico Brito, e disputou a primeira eleição de deputado estadual, Geraldo Cruz era considerado a maior liderança política de Embu. Ele viu seu legado ser reduzido ano a ano inicialmente por conta da rejeição de Chico Brito e depois pela disputa interna no PT do qual Chico Brito se afastou quando decidiu apoiar de forma velada a candidatura do agora prefeito Ney Santos.


Em 2016, Geraldo Cruz disputou a eleição contra Ney Santos e foi derrotado. À época ele não conseguiu regularizar sua candidatura antes da votação, por causa de um processo por uso indevido de meio de comunicação, do qual foi absolvido depois da eleição.


O deputado não se pronunciou sobre a derrota nas urnas na eleição deste domingo.

Comentários