Vereadores de Itapecerica adiam votação de projetos do Executivo e criticam à Sabesp

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 1/04/2015

Os vereadores de Itapecerica da Serra adiaram a discussão e votação dos projetos de lei enviados pelo prefeito municipal, optando assim por eles constarem na ordem do dia em 10 dias. O pedido feito pelos vereadores é com base em discordarem do parecer dos projetos 1595/15, 1597/15 e 1599/15. Também foram aprovados requerimentos e indicações que foram enviadas ao Executivo. Em fala, os vereadores inscritos utilizaram do tempo para criticar a Sabesp, relembrar o caso do desvio de dinheiro da Câmara e citar as obras em andamento no município.

O assunto da falta de água que os munícipes enfrentaram nos últimos dias foi um dos temas levantados pelos vereadores. O vereador Hercules da Farmácia destacou o problema vivenciado pelos moradores do São Marcos e relatou que foram enviados dois caminhões pipas para o bairro. Um quebrou no caminhão e não conseguiu chegar no destino e o outro não conseguiu chegar devido outros bairros também com a necessidade de água impediram que o motorista seguisse para o São Marcos. O vereador salientou que ainda na noite da terça-feira, dia 31, a situação seria regularizada pela Sabesp. 

O vereador Gerson Lazarin cita o cronograma de obras do município e ressaltou que nos gabinetes estão disponíveis cópias do cronograma caso possa ser de interesse da população acompanhar o andamento da cidade. Além disso, convidou os presentes para a encenação da Paixão de Cristo, realizada na próxima sexta, na Igreja Matriz de Itapecerica. Com relação ao desvio de dinheiro da Câmara, o vereador foi enfático em afirmar que há algumas semanas não acusou os comércios por envolvimento mas apenas evidenciou o que consta nos relatórios, ele garantiu que alguns comércios compareceram a Casa de Leis e prestaram esclarecimentos com relação ao cheque e outros comerciantes já foram convidados para fazerem o mesmo. 

Dando continuidade ao assunto do desvio de R$ 2,4 milhões só em 2013, o ex-presidente da Casa, o vereador Cícero Costa citou novos nomes que estão aparecendo nas investigações e destacou o sr. Raimundo Nobre Filho, que possivelmente teria recebido grande valor da Câmara Municipal. O vereador afirmou que ele será o próximo a ser ouvido e lamenta pela simplicidade do munícipe, porém que estaria ligado ao sr. Issau, principal responsável pelo desvio.  


Comentários