Após temporal prefeitura de Taboão calcula cerca de 160 imóveis atingidos nas enchentes

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 20/03/2015

Após temporal equipes da prefeitura de Taboão da Serra ainda trabalham nos bairros para reparar os danos sofridos pelos moradores. Por volta da meia noite desta quinta-feira, dia 19, a limpeza das ruas foi concluída e a Secretaria de Assistência Social trabalha para doação de cestas básicas, produtos de higiene e limpeza, e a Defesa Civil no atendimento das ocorrência, segundo o departamento responsável 160 imóveis foram atingidos pela enchente, uma pessoa desaparecida e muitos veículos perdidos. 

Confira na integra a nota oficial enviada pela prefeitura do município: 

“Em resposta à solicitação, a Prefeitura de Taboão da Serra informa que a chuva que caiu na tarde da quinta-feira, 19 de março, foi forte e repentina. 

De acordo com a Defesa Civil, em apenas 30 minutos caíram 68 mm de chuva, o equivalente a um terço do que estava previsto para o mês de março, algo considerado fora do normal.
As ruas mais atingidas foram as Ruas Santa Luzia e José Soares de Azevedo, as Avenidas Getúlio Vargas e Armando Andrade, além da Rodovia Régis Bittencourt.

Dos 60.897 imóveis da cidade, em torno de 160 foram atingidos pelas enchentes. Até o momento, quatro casas foram interditadas pela Defesa Civil e as famílias foram para casa de parentes. Dois carros foram retirados do Córrego Poá.

Ontem (19) a Secretaria de Assistência Social e Cidadania, realizou o cadastro de 114 famílias no local. Foram distribuídos 200 kits de limpeza, 200 fardos de água potável, 600 colchões, além de 600 refeições. A Defesa Civil iniciou os trabalhos de limpeza das vias, com aproximadamente 120 homens. Por volta da meia noite as ruas já estavam limpas.

Hoje (20), a Secretaria de Saúde está nas ruas orientando os moradores, quanto aos riscos da leptospirose e outras doenças associadas à água suja. As equipes também estão repondo medicamentos que, por ventura, foram perdidos e atualizando a carteira de vacinação dos moradores.

A Defesa Civil está fazendo o trabalho de rescaldo, retirando os móveis e objetos que estão sendo deixado pelos moradores, além da limpeza das vias. Os agentes ainda estão contabilizando o número de imóveis atingidos. Até o momento, quatro casas foram interditadas.

Inicialmente temos apenas a confirmação do desaparecimento do senhor José Fonseca da Silva, de 69 anos. As buscas estão sendo feitas pelo Corpo de Bombeiros e recomeçaram hoje, às 8h.”

Comentários