Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Eleitores de Embu das Artes dividem opiniões com relação a biometria

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 28/10/2014

biometria_embu

DivulgaçãoBiometria foi usada pela primeira vez em Embu das Artes 

Os eleitores de Embu das Artes foram os únicos da região identificados pelo sistema biométrico. A cidade tem 149 mil eleitores, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é uma das 11 do Estado em que a biometria foi obrigatória nessas eleições, onde o processo de recadastramento aconteceu no ano passado até meados deste ano. As opiniões são diversas com relação a esse novo método de identificação alguns gostaram e outras são categóricos em afirmar que preferiam a assinatura. 

"Achei muito bom, não precisei assinar nada e foi super rápida a minha votação", afirmou Denis Andrade de Araújo. Essa foi boa parte da opinião das pessoas questionadas em Embu das Artes com relação a primeira experiencia do sistema instalado nas eleições deste anos. "Eu acho que deixou a votação mais rápida", disse Gislaine Costa. 

Por outro lado teve pessoas que não aprovaram a implantação do sistema de identificação que visa garantir mais segurança aos eleitores. "Eu acho não mudou nada, só atraso de vida demora pra reconhece sua digital e outra temos que digitar na urna o número do candidato então pra que biometria, se forem fraudar a urna a biometria não impede", falou Venilson Silva. 

O mesário Rodrigo de Oliveira criticou devido a demora e filas que gerou no primeiro turno das eleições. Procurado após o segundo turno o mesário garantiu que por ser apenas um candidato não teve filas. 

"Não foi nada agradável este novo sistema de Biometria, muitas pessoas que votam são idosas e trabalharam a vida toda com produtos químicos ou trabalhos braçais que utilizam muito as mãos. Imagina pessoas com pouca mobilidade tendo que esperar 8 tentativas para que nós componentes da mesa fizéssemos a liberação", Rodrigo de Oliveira, mesário da Escola João Martins, no Jardim Independência. 

Biometria

Nas eleições deste ano, cerca de 21,6 milhões de eleitores de 762 municípios (15,18% do total no país), incluindo 15 capitais, utilizaram a identificação biométrica, segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral. Nos Estados de Alagoas, Amapá e Sergipe e também no Distrito Federal, a biometria alcançou todo o eleitorado. Para 2018, a meta é alcançar 100% dos eleitores brasileiros.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.