Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Variedades

Frente de libertação animal brasileira invade criadouro de chinchilas em Itapecerica

Por Outro autor | 23/10/2014

chinchila

ANDAAtivistas libertaram cerca de 100 chinchilas em Itapecerica 

Cerca de 100 chinchilas foram libertadas de um criadouro da cidade de Itapecerica da Serra (­SP) no último domingo 19/10 por um grupo de ativistas que respondem pela Frente de Libertação Animal Brasileira. A invasão ocorreu após o grupo receber denúncias na internet e resolveram averiguar com seus próprios olhos a informação. Constatada a presença e o comércio dos animais, eles decidiram agir.

As chinchilas eram exploradas pela empresa de Carlos Perez, a Master Chinchila. De família argentina e residentes no Brasil, eles lucram com esses animais desde a década de 1970 em um sítio de 414 m² na cidade de Itapecerica de Serra, 25km da capital paulista. A empresa mantém a mais antiga criação de chinchilas no Brasil com mais de 30 anos de atuação ininterrupta na indústria. Segundo dados do site da empresas eles têm 1.100 fêmeas e 214 machos reprodutores registrados. Estima-­se que a empresa já tenha explorado mais de 50 mil chinchilas, e chega a matar cerca de 200 por dia.

Segundo os ativistas, a grande maioria dos animais estava quase morta, sofrendo bastante em consequência das péssimas condições do ambiente. De acordo com relatos, ao entrarem no local, sentiram um insuportável calor dentro da sala. Para as chinchilas que são mais sensíveis às altas temperaturas, “estava um verdadeiro inferno”, conta o grupo.

Conforme dito pelo grupo eles deixaram mensagens e símbolos de libertação animal. Todas as chinchilas possuíam uma argola chumbada em volta do pescoço, que as enforcava. Os animais estavam presos em gaiolas colocadas uma em cima das outras, a sala não tinha nenhum tipo de ventilação, os próprios ativistas mal podiam respirar de tão abafado e quente o ambiente.

Os animais resgatados já receberam todos os cuidados necessários e passam bem. Os ativistas dizem que eles foram levados em segurança para locais desconhecidos.

Texto: Alex Avancini - Agência de Notícias de Direitos Animais 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.