Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Moradores cobram ações da polícia e investigação de crimes no Consg Monte Alegre

Por Sandra Pereira | 25/09/2014

conseg

Sandra PereiraReunião mensal do Conseg Monte Alegre aconteceu na Câmara Municipal de Taboão 

Os assaltos, som alto, falta de policiamento, precariedade da iluminação pública e dificuldades no registro de boletins de ocorrência pautaram a reunião mensal do Conseg Monte Alegre ocorrida nesta quarta-feira, 24, na Câmara Municipal da cidade. Os moradores presentes relataram vários casos de violência, cobraram a apuração dos crimes e revelaram a constante sensação de insegurança nos bairros da região atendida pelo Conseg. Já as autoridades de segurança presentes destacaram o trabalho que vem sendo realizado para conter o avanço dos crimes. O secretário de Segurança de Taboão, Gerson Brito, defendeu a mudança na legislação como a alternativa mais viável para conter a criminalidade.

“A sensação de insegurança nos bairros é cada vez pior. A impressão que nos dá é que não existem ações em andamento e nem investigação dos crimes”, cutucou uma moradora presente a reunião.

O delegado titular de Taboão da Sera, Gilson Leite Campinha contou que a despeito do crescimento da sensação de insegurança os dados da polícia comprovam o trabalho que vem sendo feito na cidade. Ele revelou que “houve melhora” em vários aspectos o que proporcionou o recebimento de prêmio de produtividade para o efetivo policial local.

“A polícia está gradativamente fazendo o seu trabalho. Minha sala está aberta para receber vocês”, garantiu aos moradores.

“Quero saber se existe lei do silêncio em Taboão da Serra. E se existe porque o bar Vila Poá continua aberto fazendo barulho até as 4 horas da manhã”, disparou uma moradora vizinha do local.

Em resposta ao questionamento o secretário Gerson Brito disse que o proprietário do estabelecimento foi notificado e a administração abriu processo de cassação de alvará caso não se adeque as normas municipais vigentes. Ele pontuou ações da administração na área como a ampliação das câmeras de vigilância, implantação das bases da GCM e os comandos feitos nos mais diversos bairros que resultaram na apreensão de centenas de motocicletas roubadas. Somente no jardim Leme foram 68. Outra novidade apresentada por Brito é o projeto que pretende facilitar o acesso dos moradores aos Boletins de Ocorrência. A ideia é garantir que os registros de crimes sejam feitos nos postos da Guarda Civil.

Figura constante nas reuniões do Conseg o vereador Cido da Yafarma citou que no começo da atual administração o município dispunha de apenas 1 câmera de monitoramento funcionando. Agora são mais 28 e o governo trabalha para chegar a 100. Para o vereador as bases da GCM e investimentos diversos ajudam a melhorar a segurança.

Para o vereador Ronaldo Onishi um dos fatos que interfere na segurança é o efetivo policial estar abaixo da necessidade do município. Ele disse que cobrará por meio de ofício que a Secretaria Estadual de Segurança Pública disponibilize mais homens para atuar em Taboão da Serra. Citou casos de violência nas portas de escolas e disse que os casos já foram informados às autoridades de segurança.

Os integrantes do Conseg aprovaram a reunião na Câmara Municipal e pretendem realizar as próximas no local. Nos próximos meses o presidente Ari Maia vai deixar o comando da entidade, que ele assumiu após a saída de Cida Borghi.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.