Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Marcos Paulo quer ajuda do MP para obrigar shopping Taboão a construir alça para Embu

Por Sandra Pereira | 18/09/2014

vereador_marcos

Arquivo Jornal na Net O vereador Marcos Paulo pretende convocar os demais vereadores da comissão para cobrar garantias da obra 

O vereador Marcos Paulo, que presidiu a comissão Especial de Acompanhamento criada para apurar a não construção da alça de saída do shopping Taboão em direção a Embu das Artes, pretende convocar os vereadores da comissão na próxima segunda-feira, 22, para tratar do descumprimento do prazo para a apresentação do projeto. A diretoria do shopping havia prometido aos vereadores que apresentaria o projeto até o dia 16 de setembro desse ano e construiria o dispositivo até setembro de 2015.

Com o atraso do primeiro prazo Marcos Paulo quer garantias de que a obra será realizada. Ele disse que vai reunir a comissão com a finalidade de deliberar sobre a proposta de levar a questão ao Ministério Público, que já chegou a abrir procedimento para investigar o fato.

“Quero reunir os vereadores e apresentar meu encaminhamento particular. Quero propor aos vereadores uma visita ao Ministério Público para nos ajudar a cobrar o cumprimento dos prazos e a construção da alça”, disse Marcos Paulo.

O vereador afirma entender que o descumprimento traz prejuízos reais ao município. Ele disse que vai cobrar ainda o cumprimento de todos os termos do Termo firmado entre o shopping Taboão, a prefeitura e o Ministério Público. Entre as obrigações previstas para o estabelecimento estavam a construção da alça, implantação de pontos de ônibus com acessibilidade e melhorias no entorno.

“O descumprimento dos prazos implica em prejuízo aos municípios. Vamos pedir de maneira oficial a construção da alça e os outros pontos do documento assinado. Tinha construção de pontos, podas de árvores e outros serviços no entorno”, salientou.

Ele disse que de maneira informal soube por meio de servidores da prefeitura que o shopping estaria encontrando dificuldades para fechar o projeto em razão da necessidade de desapropriação de parte de uma área para construção da alça. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.