Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

SPDM e viaduto de saída do shopping pautaram sessão de Taboão da Serra

Por Sandra Pereira | 17/09/2014

sessao_16_tab

Sandra PereiraÚnico projeto na pauta foi aprovado por unanimidade pelos vereadores

Já está de posse da Câmara Municipal de Taboão da Serra toda a documentação relativa ao contrato da prefeitura da cidade com a Sociedade Paulista de Medicina (SPDM) alvo de críticas no parlamento após a ocorrência de três mortes na maternidade do Antena administrada pela entidade. Os vereadores prometem estudar toda a documentação, dirimir dúvidas e dar respostas a população. Também esperam a conclusão da investigação sobre as mortes. A análise de documentos da SPDM e cobrança de construção da alça de saída do shopping Taboão em direção a Embu das Artes pautaram a sessão desta terça-feira, 16.

“Não tenho compromisso nenhum com a SPDM. Meu compromisso é com a população de Taboão da Serra”, afirmou o presidente da Casa, Eduardo Nóbrega.

Na mesma linha de discurso dele Marco Porta falou que a Casa precisa se debruçar sobre a documentação e fazer os questionamentos que se fizerem necessários à SPDM. Já o vereador Cido observou que a Câmara certamente vai cumprir o seu papel e garantiu não ter compromisso nenhum com a entidade. 

Os vereadores lembraram que o shopping Taboão tinha até o dia 16 para apresentar o projeto de construção da alça. O prazo foi descumprido e os edis prometem fechar o cerco para que o estabelecimento cumpra o prazo de construção que expira em 16 de setembro de 2015. Eles voltaram a ameaçar cassar o alvará de funcionamento do shopping caso o dispositivo não seja entregue.

O único projeto aprovado na noite foi de autoria do vereador Carlinhos do Leme  dando ao campo de futebol de jardim Leme o nome de Centro de Convivência Antônio Natividade Santana “Coutinho”. O homenageado morou no bairro por 38 anos e marcou a vida das gerações de meninos que hoje tem entre 30 e 40 anos. Seu Coutinho iniciava a garotada do bairro na prática de futebol e também os direcionava rumo a arte e cultura.

Familiares e amigos de seu Coutinho que foram receber a homenagem se emocionaram ao afirmar que ela foi justa, embora tardia, já que ele faleceu há 18 anos.

Símbolo do abandono que predominava no bairro o campo do Leme recebeu gramado sintético, e a prefeitura já está concluindo a construção de uma nova arquibancada e vestiários. No irá funcionar uma escolinha de futebol para crianças e adolescentes da região e receberá jogos da várzea.

Carlinhos do Leme comemorou as conquistas recebidas no bairro durante a gestão do prefeito Fernando Fernandes. Salientou que nos últimos 4 anos o bairro saiu da rota do esquecimento pelo poder público. Ele lembrou a instalação da base da GCM, a ampliação da EMI Dorinha que gerou mais 200 vagas de creche e a abertura da rua do córrego que ficou interditada por 7 anos. 


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.