Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Associações culturais terão sede no Parque da Várzea em Embu das Artes

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 17/09/2014

parque_varzea

Paloma BassinAs obras do Parque da Várzea do Rio Embu-Mirim foram iniciadas em 2010 pela Prefeitura de Embu das Artes

Na tarde de quarta-feira, 10/9, o prefeito Chico Brito, acompanhado do secretário de Cultura, Alan Leão, de integrantes das Associações de Violeiros (Asave) e Romeiros de Embu das Artes, e da vereadora Rosana Almeida, realizou uma nova visita ao terreno que abrigará o Parque da Várzea do Rio Embu-Mirim. A área com mais de 1,6 milhão de metros², será um dos maiores parques da região metropolitana de São Paulo.

Além de apresentar as áreas já construídas aos associados, Chico Brito falou sobre as obras que irão compor a primeira fase de execução do parque, como quiosques, pista de caminhada, quadras poliesportivas e campos em tamanho oficial.

Durante a expedição, o prefeito de Embu das Artes apresentou ao grupo um casarão do século XVII, construído em taipa de pilão, que pretende restaurar e doar às associações: “Desde a primeira vez que vi esse espaço pensei em restaurá-lo. Infelizmente, ele sofreu depredações e teve portas e janelas furtadas, mas está em uma boa localização e com a construção do parque, o local terá uma grande circulação de pessoas, ideal para as festas e encontros promovidos por vocês”.

Segundo Dalila Cardoso, representante das mulheres da Asave, ter uma sede própria é um sonho antigo dos associados: “Nos reunimos em um salão cedido por um dos associados, mas o espaço é pequeno e não comporta todo mundo, principalmente quando recebemos visitantes que vêm assistir as apresentações”.

Os presidentes Gilmar Ferreira (Asave) e Gustavo Campos Vaz (Romeiros) ficaram entusiasmados com a proposta: “Somos companheiros e munícipes há muito tempo, será uma boa parceria, uma oportunidade para trocas culturais entre as associações”, disse Gilmar. “O espaço é ótimo, a ideia de ter como sede um imóvel histórico combina com a proposta dos dois grupos e garante a integração”, complementou Gustavo.

De acordo com Chico Brito, a aderência dos grupos à proposta é o pontapé inicial e ajustes poderão ser feitos para atender as demandas individuais de cada entidade. O prefeito ressaltou que assim como o espaço que será destinado aos Centros de Referência aos Idosos, o imóvel doado às duas Associações será exclusivo dos grupos, mas que as áreas comuns do Parque, como o Centro Cultural, estarão disponíveis a todos.

Relembre

As obras do Parque da Várzea do Rio Embu-Mirim foram iniciadas em 2010 pela Prefeitura de Embu das Artes. Após dois anos de embargo, devido à liminar promovida pela Associação Ibióca em conjunto com a Sociedade Ecológica Amigos do Embu, foram retomadas em junho deste ano. O espaço conta com restaurante, vestiários e centro cultural, com capacidade para 600 pessoas, já construídos. A interligação do Parque com outros espaços, por meio do Parque Linear e a construção de um Centro Olímpico, também está prevista para a segunda etapa do projeto.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.