Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Após mortes em maternidade vereadores de Taboão pedem esclarecimentos do governo

Por Sandra Pereira | 3/09/2014

morte

Sandra PereiraVereador Moreira levou aos pares informações sobre as mortes e sensibilizou a todos para aprovar requerimento

A morte trágica de uma mulher de 37 anos e o seu bebê durante o parto na maternidade do Antena, em Taboão da Serra, no dia 1º de setembro foi o segundo caso de morte registrado no local em uma semana – relembre aqui. Adriana Andrade tinha outros 5 filhos e deu entrada na maternidade para ter o bebê. As informações iniciais indicam que a gestante seria submetida a parto normal mas o bebê era grande e houve complicações. Ao final da experiência traumática mãe e filho perderam a vida. A família de Adriana acusa erro médico e quer investigação sobre o caso. 

 As mortes das duas gestantes e do bebê de Adriana foram  tratadas com pesar na Câmara nesta terça-feira, 2. Novamente coube ao professor Moreira tratar do assunto na Casa. Por iniciativa dele os vereadores aprovaram requerimento pedindo acesso ao prontuário médico das duas pacientes, relatório do pré-parto e parto e parecer técnico da maternidade. O documento foi assinado por todos os vereadores. Os dados devem ser encaminhados em 15 dias. Os vereadores disseram que pretendem dar uma resposta às famílias, dirimir dúvidas sobre o que ocorreu em ambos os casos e principalmente evitar novas tragédias. 

“A Câmara não pode se omitir de apurar essas mortes absurdas. No enterro da Angélica encontrei várias mulheres grávidas com medo do que aconteceu na maternidade”, disse Moreira. “Essas mortes precisam ser investigadas. A SDPM tem que respeitar a vida antes que a maternidade se transforme em matadouro”, disparou Lune.

Outros dois requerimentos com pedidos de informação foram aprovados na sessão. Um deles trata da demora de realização de serviços no Ciretran e o último pede esclarecimentos do contrato com a funerária.

“No momento em que recebemos a informação da morte da Adriana os vereadores foram tomados por emoção muito grande. O relato feito pelo professor Moreira causou comoção. Entendemos que nenhuma família deve passar por isso. Entendemos que não se pode politizar a questão mas a cidade precisa de respostas”, afirmou o presidente da Casa, Eduardo Nóbrega. Ele disse que o acordo evitou a abertura de uma CEI para investigar as mortes.  

“Nesse momento a CPI não é a solução indicada. Mas há qualquer momento podemos trazer os engravatadinhos da SPDM para sentar aqui e nos trazer respostas. No momento queremos as informações sobre quantos partos são feitos”, completou o presidente. 

Questionado sobre o clima de temor que se instalou entre as gestantes da cidade após as mortes Eduardo Nóbrega defendeu que será preciso informar a população sobre a quantidade de partos realizados e sobre os atendimentos, mas disse que indicaria a maternidade do Antena aos seus familiares por acreditar na qualidade do atendimento prestado no local. “Não podemos fazer dessas tragédias um fato político”, disse o presidente”. 

Todos os vereadores da base aprovaram os requerimentos. O pedido de apuração das mortes foi defendido de tribuna por vários deles sob a alegação de que o governo não tem interesse de acobertar as causas das mortes. 

“Se houver necessidade de uma  investigação mais apurada contra a SPDM essa Casa não vai recuar”, prevê Marco Porta.

Para o vereador Cido da Yafarma o caso é grave e não pode ser utilizado como trampolim político. Ele disse que é preciso apurar e dar respostas aos moradores. "Se houve negligência médica os culpados devem ser apresentados e punidos. É um momento trágico e de comoção para a cidade", citou.

Ronaldo Onishi se solidarizou com as famílias das vítimas. Disse que as mortes delas deixam lacunas que não serão jamais preenchidas e lembrou a responsabilidade dos agentes públicos de apurar e dar respostas sobre esses casos. “A dor dessas famílias será eterna. Temos que impedir que tragédias assim se repitam e dar as respostas que as pessoas buscam em situações assim. Tenho certeza que o governo também interesse em apurar o que houve e atuar para que esse tipo de tragédia não volte a se repetir”, observou. 

Já a vereadora Joice Silva lembrou que os vereadores são eleitos para representar o povo o que justifica a solicitação das informações sobre as mortes. “Nós temos responsabilidade com a vida dos moradores da cidade. Temos que ter acesso a essas respostas e saber de fato o que ocorreu”. 

Durante toda a sessão o clima na Câmara foi de pesar em razão das mortes. Mas os vereadores rechaçam a ideia de que possa haver crise na saúde municipal. A questão da presidência da Casa também ficou em segundo plano na sessão. A vereadora Érica Franquini faltou os trabalhos alegando problemas de saúde. 



denise alves da fonte

e agora,estou gravida e com medo de ir para maternidade do antena o medico deu 13 dias para meu bebê nascer estou com medo!!!sera que podemos confiar no que os candidatos disseram

José Afonso da Silva

Chega de mortes na maternidade do Antena, CPI Já! Na última semana duas mulheres gestantes e uma criança faleceram em consequência do péssimo atendimento na Maternidade do Hospital do Antena - Taboão da Serra. A primeira morte se deu no dia 27 de agosto e na tarde desta terça-feira, 01 de setembro, mais uma gestante e seu filho faleceram. Nos dois casos, a explicação das autoridades afirma tratar-se de problemas resultantes de complicações ocorridas no parto. No entanto, os familiares afirmam em denúncia se tratar de negligência médica e procedimentos equivocados da equipe que realizava os respectivos partos. Pela postura adotada pelos médicos e pela explicações confusas prestadas pela direção do hospital, fica claro que houve problemas no atendimento, seja por erro médico, falta de funcionários, equipamentos ou outros. Os relatos apresentados por familiares da vítima, Adriana Andrade, divulgadas pelo Jornal O Verbo, são macabros: "De acordo com familiares, por volta das 18h, a equipe médica colocou Adriana para ter, em parto normal, um bebê de 61 centímetros e cinco quilos, mas a situação se complicou. O procedimento de emergência foi traumático. Com a gestante em iminente risco de vida, o médico decidiu quebrar a clavícula do bebê para tentar tirar do útero da paciente, mas, sem êxito, empurrou a criança de volta para fazer cesariana. A menina morreu no ato e a mãe, logo em seguida." A gestão da saúde em Taboão da Serra foi repassada para Organização Social SPDM, que segundo informações, tem contratos de 323 milhões até 2018. A mesma veio para a cidade em substituição da Iacta Saúde apresentada pela atual administração como uma alternativa à Organização Social Iacta Saúde, porém muitos dos problemas vividos em anos de Iacta Saúde permanecem. Por isso, considerando que a saúde é um serviço essencial ao ser humano e um direito; Considerando que os valores contratuais não justificam o péssimos serviço e Considerando que esta já é a terceira morte na maternidade do Antena: exigimos a instalação imediata pela câmara municipal de Taboão da Serra de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com a participação da população sobre a SPDM que investigue contratos, servços e os casos de falecimento nos hospitais em que administra no município. link da petição: https://secure.avaaz.org/po/petition/Camara_Municipal_de_Taboao_da_Serra_Abertura_imediata_de_uma_CPI_para_investigar_a_atuacao_da_SPDM/?launch

Dayse

Eu me orgulho de ter votado no Moreira,o presidente disse que indicaria aos familiares a maternidade ? e piada ne? enquanto o povo de taboão não acordar continuar colocando a elite no poder contiaremos ouvir piadas como esta infelismente.Moreira eu me sinto representada por você e o que o lune falou e fato se algo não for feito vai virar matadouro e o pior com o apoio de muitos dos nobres vereadores triste

Gomes

Essas investigação não são de competência de políticos, até porque nem possuem gabarito e qualificação para isso. O Conselho Regional de Medicina e a Polícia Civil são os responsáveis pela apuração.

16/08/2017

Deputada Analice consegue 1 milhão para reforma de UBS em Itapecerica

O prefeito Jorge Costa, o vice Paulinho, os vereadores Allan, Ramon Corsini, Cepacol e Carlinhos...

12/08/2017

Audiência pública da comissão dos Direitos Humanos acontece na próxima quinta

A comissão dos Direitos Humanos da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizará no próximo dia...

12/08/2017

Taboão aprova requerimento para conscientização sobre mortes no trânsito

A Câmara Municipal de Taboão da Serra aprovou por unanimidade de votos na sessão do dia 8,...

12/08/2017

Pq. Marabá ganha nova sinalização viária, diz vereadora Rita de Cássia

Um dos bairros mais populosos de Taboão da Serra, o Pq. Marabá, recebeu nos últimos dias uma...

10/08/2017

Vereadores de Embu defendem Taxa do Lixo e manifestantes esvaziam Câmara

Num embate nunca visto anteriormente na história recente de Embu das Artes o governo municipal...

09/08/2017

Dr. André da Sorriso atua para construção de novo retorno no Pirajuçara

Com indicações e ofícios encaminhados à Prefeitura Municipal de Taboão da Serra desde 2014, Dr....

06/08/2017

Presidente Joice Silva aprova Moção contra a Liberação da Maconha e Cocaína

Por iniciativa da presidente Joice Silva (PTB), a Câmara Municipal de Taboão da Serra aprovou...

03/08/2017

Após rejeição de denúncia, Temer diz que segue com ações necessárias para o país

O presidente Michel Temer disse, em pronunciamento na noite de hoje (2), que, com a rejeição da...

03/08/2017

Protesto contra Taxa do Lixo lotou Câmara de Embu e sessão foi suspensa

A habitual calmaria que predomina nas sessões da Câmara de Embu das Artes cedeu espaço a uma...

02/08/2017

Vereadores aprovam anistia de juros e multa em impostos municipais

Os moradores de Taboão da Serra que estão com pagamento de impostos municipais atrasados serão...

16/08/2017

Taboão recebe espetáculo “O Alienista” hoje no CEMUR

16/08/2017

Atuação em eventos fortalece Coleta Seletiva de Itapecerica da Serra

Com o objetivo de reforçar o importante trabalho de Coleta Seletiva em Itapecerica da Serra, a...

16/08/2017

Taboão da Serra intensifica ações de combate ao trabalho infantil

O combate à exploração do trabalho infantil tem sido uma das bandeiras defendidas pela...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.