Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Chuvisco critica gestão de Erlon Chaves e fala dos desafios do governo em Itapecerica

Por Genildo Rocha | 3/08/2014

chuvas

Genildo RochaChuvisco desmente o ex-prefeito Erlon Chaves que afirmou ter pego a prefeitura quebrada

Pouco mais de 40 dias após reassumir a prefeitura de Itapecerica da Serra o prefeito Amarildo Gonçalves, o Chuvisco, (PMDB), concedeu coletiva na sexta, 1º, de agosto, e tratou da instabilidade política vivida pela cidade. Chuvisco classificou seu afastamento da prefeitura como  injustiça. Disse que a gravação que o tirou da cadeira foi ilícita e reafirmou que não estava presente e nem tinha conhecimento da reunião realizada por Jorge Costa, no Del Verde durante a eleição de 2012. O prefeito falou sobre os 36 dias da administração Erlon Chaves. Contou que o período trouxe prejuízo para a cidade e falou do futuro político de Itapecerica da Serra e da meta de fortalecer a gestão.

Chuvisco desmente o ex-prefeito Erlon Chaves que afirmou ter pego a prefeitura quebrada e por isso decretou a moratória branca, o que o teria forçado a não honrar  compromissos como o aumento do funcionalismo público e pagamento dos fornecedores. 

“Nós pagamos a todos os fornecedores, a todos os funcionários, tanto que foram exonerados em nossa administração quanto na dele. Só não recebeu quem não assinou a folha de ponto pois havia vários funcionários dele que estavam irregular por isso não receberam. Se em 40 dia fizemos tudo isso então não é verdade que a prefeitura estaria quebrada”, disparou Chuvisco. 

Chuvisco atribuiu ao governo precoce de Erlon a paralisação de obras como sendo um prejuízo para a cidade.

“As obras que estavam em andamento, creches, pavimentações de ruas, ginásio de esporte, o recadastramento do programa  Minha Casa Minha Vida no Jardim Horizonte Azul, entre outras,  não deveriam ter sido paralisadas pois a população não tem culpa. Foram mais de 90 dias para que fossem retomadas, e se nós não retornássemos a administração como seria? Houve convênios que vencia no dia em que retornamos  a prefeitura. As administrações passam mais os benefícios para a cidade fica”, disse o prefeito.

Por fim o prefeito fez um breve balanço de seu mandato citando as obras executadas, em andamento e as futuras. Também citou que a iluminação pública será instalada em vias principais, praças, entradas da cidade e vielas, visando proporcionar mais segurança. Entre as obras o prefeito citou o recapeamento da avenida  Itália, Jorge Fado, avenida Salvador de Leone, avenida Niterói, Solimões, Santos Dumond e outras.

Chuvisco diz que vai  trabalhar bastante nesses dois anos e meio para que Itapecerica tenha uma melhor qualidade de vida não só em infraestrutura, mais em saúde, educação e  segurança para a população itapecericana. 
“Vamos cumprir todo os nossos compromissos com o povo de Itapecerica”, finalizou.

Chuvisco e sua vice-prefeita Regina Corsini foram cassados após acusação de suposta compra de votos. Ambos ficaram afastados dos cargos por 36 dias e após esse período retornaram por força de liminar. O julgamento do mérito do processo ainda não ocorreu. Erlon Chaves tenta a todo custo retornar ao cargo. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.