Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Vizinhos da Câmara de Taboão comemoram chegada do Legislativo ao bairro e temem manifestações

Por Cláudia Evangelho | 29/07/2014

camara_1

Kakau Evangelho

A construção da sede própria da Câmara Municipal de Taboão da Serra no Jardim Helena está movimentado o bairro. Na vizinhança a construção da sede do Legislativo é assunto recorrente. Os vizinhos do prédio acreditam que vai ser positivo encontrar vereadores circulando pelo bairro porque vai facilitar a apresentação de demandas. O temor deles é que o Legislativo atraia manifestações ao bairro, considerado tranquilo. A obra segue em etapa final. A previsão é de que o prédio seja entregue no segundo semestre do ano. A sede da Câmara está localizada ao lado do Ginásio de Esporte Ayrton Sena da Silva.

Proprietário de uma banca de revista vizinha ao prédio o  senhor Eduardo da Silva  está no local há 20 anos. "Ficar em frente a sede será um prazer. Só tenho a agradecer, é o meu dinheiro sendo bem utilizado, são quase R$ 40 mil reais todo mês em aluguel. Olha quanto vamos economizar”, afirma.

Dono de um armazém de móveis usados e uma pequena perua que faz carreto na cidade, Celso Kotaky se diz otimista. "Vai motivar o comércio, eles devem colocar um posto policial aqui. Estou feliz com os novos vizinhos, sou morador há mais  de 30 anos. É uma mudança importante para o bairro", salientou.

Dona de uma barraca de frutas em frente a câmara Sílvia dos Santos não acredita que a sede do Legislativo vai mudar a rotina do bairro.

"Acho que não vou vender tantas frutas assim, mas o acesso aos vereadores vai ser maior, nós vamos poder falar das necessidades do bairro. Tenho medo das manifestações pois minha barraca fica na calçada. E se acontecer alguma coisa aqui perto não sei o que fazer”, observa.

Com uma loja de costuras a menos de 100 metros da futura sede do Legislativo Jancleide Soares já se vê preocupada. Para ela o temor de manifestações é grande. "Em contrapartida sei que a segurança vai aumentar. O meu  trabalho vai ser dobrado, vou ter que contratar uma ajudante, ainda não tinha pensado nisso'', contou.

Para Orlebson Gonçalves, que mora atrás da sede, outra discussão importante será a questão do trânsito. Ele se preocupa com o problema especialmente nos horários de pico, quando fica tudo parado.

 “O número de veículos vai aumentar. Acredito na melhora em razão da mudança”, enfatiza.

Wallace Ramos, Engenheiro responsável pela obra comemora e diz que "falta apenas o acabamento: instalação do ar condicionado, ajustes elétricos  essas coisas de fim de obra. Acredito que entregaremos no prazo determinado", ratifica.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.