Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cultura

Aniversário da Aldeia M’Boy agitou Embu das Artes

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 22/07/2014

capa1

Guego As atividades levaram ao Centro Histórico visitantes, moradores da região e da cidade, in

A programação de aniversário de 460 anos da Aldeia M’Boy, de 17 a 20/7, contou com participação da população nas diversas atividades realizadas. Na sexta-feira, 18, no Centro Cultural Mestre Assis, teve boa música, com o Taioba Trio, e foram abertas as exposições Iroko – O Tempo, de José Roberto Carvalho, e Portas da Percepção Tropicalista, de Acácio Pereira, que ficam abertas ao público até 10 de agosto.

A apresentação dos instrumentistas da banda, Guilherme Braz Prado (guitarra), Felipe de Godoy Nigro (bateria) e Célio Izzy (contrabaixo), que tocaram, com qualidade, Milton Nascimento, Toninho Horta, Djavan, Jobim, somada à performance do artista plástico Gaíga, que interpretou 20 Poemas de Amor – Uma Canção Desesperada, de Pablo Neruda, criaram a atmosfera ideal para mergulhar nos tempos dos dois expositores e apreciar seus trabalhos.

Acácio mostra duas de suas fases, uma com obras figurativas e outra com impressões digitais, avançando no tempo. José Roberto, que está morando novamente na cidade, depois de oito anos fora e 40 participando dos movimentos de cultura e arte embuenses, ao lado de Assis do Embu (1931/2006) e outros artistas, atem-se ao seu próprio tempo para falar da existência humana.

No sábado, 19, o Centro Histórico da cidade ficou mais animado com oficinas de sucata, rodas de Percussão e de Capoeira, oficina de reciclagem. No domingo, 20/7, alunos de percussão dos Núcleos de Cultura dividiram espaço no Centro Histórico com músicos do Sarau Zumaluma, com a Banda Municipal e os violeiros da Associação de Violeiros do Embu (Assave). Houve ainda Roda de Capoeira e teatro, com alunos dos Núcleos de Cultura, ao ar livre.

As atividades levaram ao Centro Histórico visitantes, moradores da região e da cidade, incluindo a artista Raquel Trindade, que sempre prestigia a comemoração. A Cidadania Cultural e Festa Julina no Jardim Santo Eduardo não foi menos animada, com música, jogos e muitas brincadeiras no Ginásio de Esportes Dom José.

Visite as exposições diariamente, das 9 às 18h, no Centro Cultural Mestre Assis do Embu (largo 21 de Abril, 29). Entrada gratuita.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.