Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Moradores do Jardim Cinira sofrem com onda de arrastões nos pontos de ônibus da região

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 17/07/2014

dp

DivulgaçãoMoradores do Jardim Cinira sofrem com onda de arrastões 

Os constantes assaltos na região do Jardim Cinira, em Itapecerica da Serra vem tirando a tranquilidade dos moradores que saem pela manhã para trabalhar ou estudar. Segundo relatos, frequentemente arrastões são praticados por volta das 6h da manhã nos pontos de ônibus. No último dia 07 de julho, dois suspeitos de moto praticaram a ação em um ponto de ônibus do Jardim Cinira e fez uma vítima, baleada por quatro tiros e faleceu no local.

Segundo informações do Chefe dos Investigadores, Geraldo Pereira Matos, dois indivíduos abordaram pessoas no ponto de ônibus levando celulares. No mesmo ponto, um homem identificado como Iva Pedro Martins, 44 anos, reagiu e o menor efetuou quatro disparos, a vítima veio a falecer. O menor mora no Jardim Ângela e já tem passagem na Febem por assalto.

Uma testemunha prestou depoimento na delegacia e informou a placa da moto dos acusados. O menor já foi identificado mas o segundo suspeito não foi identificado e continua foragido.

De acordo com o investigador, os assaltos são em decorrência de realização de bailes funk na região, em sítios localizados no Jardim Cinira. Ele afirma que os casos são registrados nas manhãs de segunda-feira, devido à ocorrência dos bailes no final de semana. Muitos jovens participam desses bailes e praticam os roubos de celulares para trocar por drogas.

“O objetivo é trazer paz para as pessoas que saem de manhã para trabalhar. Muitas delas esperam os ônibus dentro de casa e só saem quando o ônibus está próximo”, afirma o investigador. Geraldo Matos garante que é necessária uma colaboração da Polícia Militar em realizar um patrulhamento direcionado para esses casos em especial nos bailes funk que acontecem nos sítios nas madrugadas.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.