Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Érica diz que expulsão do PDT impede acusação por infidelidade partidária

Por Sandra Pereira | 14/07/2014

erica_1

Assessoria de Imprensa Vereadora garante ter sido vítima de armação e pede que PDT investigue quem a expulsou do partido

Após sofrer um processo de expulsão pra lá de misterioso do PDT e ingressar no PSDB a vereadora de Taboão da Serra Érica Franquini está inconformada com os dirigentes estaduais da sigla que presidiu por poucos meses antes de ser expulsa. Cercada por documentos e certidões que atestam a sua expulsão do partido em 15 de janeiro deste ano Érica Franquini diz estar decepcionada com o PDT e garante ser vítima de uma armação. A vereadora acredita que os documentos impedem a perda da sua cadeira na Câmara por infidelidade partidária e garante estar muito bem no PSDB.

“Tenho todos os documentos que comprovam que eu fui sim expulsa. Consegui a certidão do TRE e do TSE que mostram que eu não fazia mais parte do PDT. Podem até tentar me prejudicar e tirar a minha cadeira, mas estou tranquila. Não fiz nada de errado e os documentos comprovam isso”, afirma a vereadora.

Mesmo filiada ao PSDB Érica Franquini foi lançada candidata a deputada federal pelo PDT no sistema do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Foi o partido que fez o registro dela. A vereadora revela não ter mais interesse na eleição ou no PDT e antecipa estar focada na reeleição para a câmara.
“O PDT está brincando comigo. Não teria mais jeito de ficar no partido. Eles me expulsaram sem motivo e agora me acusam de uma armação. Não fiz nada. Minha intenção era erguer o PDT. Fiz as prestações de contas, a convenção e tudo. Me senti traída quando descobri a expulsão e agora estou no PSDB onde vou ficar”, desabafa a vereadora.

Como todos na cidade Érica também não entende os motivos que levaram à sua expulsão. Ela conta que desde o começo do ano tentava obter a senha de acesso ao sistema web que faz a administração dos filiados do partido. A vereadora comprova a afirmação apresentando os e-mails que trocou com os dirigentes nacionais e estaduais do PDT. Ela acredita que não conseguia a senha de acesso ao sistema por que já estava expulsa.

“Tentei muitas vezes ter a senha de acesso e sempre me davam uma desculpa. Agora acredito que isso acontecia porque eu não constava entre os filiados”, diz a vereadora que afirma estar com uma lista de 100 pessoas interessadas em ingressar no partido. “Eu ia fazer 100 filiações. Meu interesse era fortalecer o PDT. Fiz a prestação de contas paguei mais R$1.600,00 para deixar tudo em dias”, garante.

10º

marcelo ribas dos santista

É nobre vereadora sabe uma coisa que nao consigo entender é que como um partido de expressão como o pdt que colocou você em horário nobre para falar,participou da convenção do partido e agora vem a público falar que foi vítima e que assessores de um ex vereador quiseram te prejudicar podia ter dado outra desculpa para ir para o outro lado era mais bonito.Mas pode ter certeza que se apure os fatos e o partido estiver certo tem mesmo que pedir a cadeira com certeza.

Everaldo

Erika você perdera o mandato uma dica ão PDT de taboão! Vai atras dos seus DEPUTADOS vadi para ele falar com governador para que a Policia investigue a Erika caso contrario ao contrario não se vota mais nada ai a Policia investiga o mais rapido.

Rodrigo

Caro Guto e mais leitores, o suplente assume quando existe irregularidades e o vereador abandona o cargo por provocação ou por oficio, agora quando é provocada sua expulsão do partido e ainda feita nas escuras, não existe infidelidade do vereador e sim do partido.

Roberto pereira

eu queria saber porque o PDT não fala nada é uma grande amação .

jose carlos

O mandato pertence ao partido, essa vaga tem dono, e é do PDT, essa vereadora pelo jeito não vai ser só de um mandato, ela será de meio mandato, ela inventou essa historia toda, é bem a cara dela!!! deve ter se desfiliado e agora acusa o partido, é caso de policia!!!!

Claudia

A Vereadora Erica Foi vitima ela não tinha senha de acesso do filiaweb que e fornecida pelo partido Acho de ma fé e falta de conhecimento das pessoas que falam da Ver Erica sem saber do que esta falando posso falar com propriedade sei que ela esta bem segura da sua mudança de partido pois ela foi desfiliada e expulsa do seu partido qual presidia a sigla fazendo um belo trabalho a frente do PDT ela foi vitima do partido eles tem que provar o que estão falando contra ela porque a Vereadora Erica esta com documentos oficial que mostra que ela foi desfiliada do partido sem ser notificada resumindo para que não quer entender contra fatos não a argumento e ela tem suficiente

Eduardo Santos

neste caso não caraquiteriza-se infidelidade partidaria pois existem documentos que provam a expulsão da vereadora Èrica do pdt se ela se filiou a outro partido foi pq não existia vinculo com o pdt porem se ouve fraude onde esta a confiança no partido se perdeu se o partido não libera a senha para o presidente através do cartotio eleitoral e uma outra pessoa tem acesso a mesma é por queo sistema do partido é fragil e falho não existem provas de infidelidade partidaria e sim de defesa a muito tempo de trabalho.

Marlucia

Se a Erica quisesse sair fora do partido não teria feito a convenção dela, em uma quinta feira lotar um ônibus não é pra quáquer um, se ela não quisesse mais o partido não teria feito este trabalho.

Gomes

Como um partido expula um membro e mesmo assim o cadastra como candidato a deputado federal? Acredito que Erica queria cair fora deste partido e como não achou meios inventou essa história para correr para o barco de FF.

Guto

E NECESSARIO QUE O SUPLENTE ENTRE COM PEDIDO DE POSSE SOMENTE ELE PODERA REQUERER ISSO, ENQUANTO A POLICIA APURE O SUPLENTE CONSIGUIRA ASSUMIR O MANDATO QUE E LEGITIMO.

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Aprígio recebe visita de Carlos Lupi, ex-ministro do Trabalho

Acompanhado de lideranças da Executiva Nacional e Estadual do PDT, Carlos Lupi, presidente...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

29/04/2017

Régis registrou bloqueios, marchas e atos na greve geral em toda a região

A greve geral contra as reformas da previdência e trabalhista foi marcada em Taboão da Serra,...

29/04/2017

Prefeitura de Taboão forma mais de 200 alunos através do Programa Lado a Lado Sa

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Taboão da Serra,...

29/04/2017

Maternidade de Taboão inaugura serviço de consultoria em amamentação

A Prefeitura de Taboão da Serra está cada vez mais avançando na implantação de políticas...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.