Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Próximas contas de luz da AES Eletropaulo terão reajuste

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 8/07/2014

eletro

DivulgaçãoContas de luz terão reajuste 18,6%

Os consumidores residências da AES Eletropaulo terão as próximas contas de luz elétrica mais cara. O aumento aprovado pela Agencia Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foi de 18,06% para residências (baixa tensão) e 19,93% para indústria (alta tensão). A distribuidora de energia que atende 24 municípios da região metropolitana se São Paulo, presta serviço para aproximadamente 17 milhões de clientes. 

 Dentre eles, os clientes de Cotia, São Lourenço da Serra, Juquitiba, Vargem Grande, Taboão da Serra, Embu das Artes e Itapecerica da Serra vão sofrer consequências desse aumento. Para os moradores da região, o aumento não é bacana, relatam que já pagam muito por um serviço que não é de qualidade. 

“Aumento não só da conta de luz, mas nos preparemos pra o final da copa aonde não só os porcento do aumento da luz entrará, mas sim um grande ônus em tudo virá pode ter certeza. Hoje quando acordei me deparei com as luzes da rua aonde moro que estão todas apagadas. Se com luzes já vivemos uma onda de Assaltos lá no Jardim Fabiano, Rua Júlio mesquita e agora sem. Tudo anda mal com os serviços AES Eletropaulo, esse aumento se da por quê? Indignado!”, afirma Rodrigo de Oliveira, 34 anos, morador de Embu das Artes. 

 Segundo informações, o reajuste médio nas contas seria de 21,9%, no entanto, a Aneel negou o recurso da AES Eletropaulo devido determinação para devolução de R$ 626 milhões recebidos irregularmente via tarifa de luz elétrica.  De acordo com a Aneel, entre os anos de 2002 e 2011 a AES Eletropaulo incluiu nos valores a serem considerados para cálculo do reajuste de sua tarifa, investimentos na implantação de 246 quilômetros de cabos de alumínio que não existiam. Podendo concluir que durante 10 anos os clientes da distribuidora pagaram por um investimento que não foi feito. 

Diante dessa medida metade do valor será devolvido nesse reajuste, cerca de 50% do valor total, o equivalente a R$ 313 milhões serão devolvidos. Essa ação reflete no menor índice de aumento das contas de luz dos últimos anos. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.