Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Embu da Artes lança Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar

Por | 24/06/2010

embu_paa_dentro_350.jpg

Programa de Aquisição de Alimento Familiar é lançado em Embu das Artes

Alimentação natural encaminhada diretamente para as casas de 12 mil pessoas que são beneficiadas pelo Banco de Alimentos da cidade de Embu das Artes desde 2002 e que nesta quinta-feira, 24, receberam mais uma grande novidade o lançamento do Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar (PAA), com a presença de vereadores, autoridades de outras cidades, tais como: Ana Aparecida Rebeschini, coordenadora da Família do Vale do Ribeira e Litoral, do Secretário Adjunto de Assistência Social, José Reinaldo de Morais e Coordenadora de alimentos Cristina Tonolli.

De acordo com o Secretário Adjunto de Assistência Social, José Reinaldo de Morais esse é um momento muito importante para todos que trabalharam para conseguir lançar o PAA. “O ex-prefeito Geraldo Cruz iniciou o projeto, levando muitas atividades relacionadas à inclusão social da população e na sequência conquistamos com muito trabalho o banco de alimentos da cidade”, comentou.

O Secretário afirmou que o Programa de Aquisição de Alimentos da Agricultura Familiar irá beneficiar além dos cadastrados, as escolas do município, que receberá alimentos da agricultura familiar. “Esse programa sem dúvida irá gerar mais renda e alimentação digna para os moradores”, ressaltou.

Em seu curto discurso, a Coordenadora de alimentos Cristina Tonolli afirmou que todos os alimentos produzidos no banco de alimentos de Embu são mais aproveitados. “Além de trabalharmos muito com estes alimentos, realizamos palestras, oficinas com enfoque na alimentação de qualidade. Afinal todos merecem uma alimentação adequada”, finalizou.

Conheça o PAA:

O PAA é um programa do governo federal desenvolvido em parceria com o município. Entre suas ações inclui a valorização do homem no campo, o incentivo ao produtor rural para produzir mais com a garantia de venda do seu produto, por meio do repasse de verba dos governos federal e municipal. Durante três anos, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome vai liberar para a cidade de Embu R$ 1,9 milhão, e o município contribuirá com R$ 400 mil, para desenvolver o PAA.

O programa é uma das ações do Fome Zero e tem como objetivo garantir o acesso aos alimentos em quantidade, qualidade e regularidade para a população em situação de insegurança alimentar e nutricional e promover a inclusão econômica e social no campo, através do fortalecimento da agricultura familiar. O PAA tem como função abastecer restaurantes populares, cozinhas comunitárias, bancos de alimentos e rede socioassistencial.

Os alimentos adquiridos pelo PAA são isentos de licitação e comprados por preços de referência do mercado. As modalidades do programa são definidas por decreto presidencial e os limites financeiros de participação por agricultor familiar varia de acordo com a modalidade.

Hoje, os limites anuais de participação são: nas modalidades de compra com doação simultânea (executada por Estados, municípios e Companhia Nacional de Abastecimento - Conab) o limite é de R$ 4.500 por família; nas modalidades compra direta e formação de estoques, feitas pela Conab, o limite é de R$ 8.000 e na modalidade de incentivo a produção e consumo de leite o teto é de R$ 4.000 por semestre. Uma família de agricultores pode acessar ao mesmo tempo as diferentes modalidades, atingindo o máximo de operações no valor de R$ 16.000.

 

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.