Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Após abono, servidores Públicos de Taboão decidem encerrar greve

Por Sandra Pereira | 25/06/2014

geve

Divulgação Servidores municipais fizeram assembleia na frente da prefeitura de Taboão da Serra

Como já era de se esperar, após a aprovação do abano salarial que varia entre R$ 100, R$ 150 e R$ 200 – relembre aqui – os servidores públicos municipais de Taboão da Serra, em greve há 20 dias, decidiram em assembleia realizada nesta quarta-feira, 25, na frente da prefeitura, encerrar o movimento grevista. A categoria optou por manter o estado de greve, ou seja, continua em alerta para uma possível paralisação. Agora os servidores querem lutar pela incorporação do abono aos seus vencimentos.

A greve do funcionalismo público durou 20 dias e foi a maior já realizada em Taboão, tanto em duração quanto na adesão dos servidores. Mas, nos últimos dias o movimento grevista arrefeceu. No mais recente fechamento da Régis Bittencourt pouco mais de 50 funcionários públicos participaram do ato, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Durante a greve a categoria paralisou a Régis Bittencourt várias ocasiões. Numa delas manteve a rodovia fechada por mais de 3 horas em plena sexta-feira deixando o trânsito caótico em Taboão e até mesmo nas cidades vizinhas. Nesse dia o movimento foi muito criticado por motoristas e moradores impedidos de chegar ao seu destino. 

A decisão de encerrar a greve veio após a concessão do abono salarial e foi necessária para evitar que o esvaziamento dos servidores enfraquecesse as lideranças do movimento. 

O funcionalismo público de Taboão da Serra amarga 18 anos sem reajuste salarial. Por conta disso o reajuste era o principal reivindicação dos servidores que também pediam a implantação de vale transporte, vale alimentação compatível com o valor de uma cesta básica de R$ 500,00, revisão do plano de careira do magistério, devolução do quinquênio e sexta parte dos professores retirados em 2010, evolução horizontal e vertical imediata, licença para acompanhamento de terceiros, transformação das ADIs em PDIs (professor de desenvolvimento infantil), redução da jornada das ADEs (assistente de desenvolvimento escolar) para 6h sem redução de salário, redução da jornada das auxiliares de classe para 6h sem redução de salário e regularização da situação das mesmas que estão assumindo salas sozinhas, sobretudo nas EMIs e plano de saúde.


Ricardo fonseca

Eu acho uma vergonha uma pessoa entrar num trabalho as 6 da manhã ter que fazer merenda para mais de 300 crianças isto só na aparte da manhã.é ter que ganhar um salário abaixo do mínimo do país. Isto não é só nas escolas tem outros setores da prefeitura que ganhar menos do que o mínimo.vamos ver isto vamos para as ruas renovo lutar por um salário digno.

Mari

Acontece que este aumento não é para todos, os professores que deram sua cara a tapa e fizeram todo esse movimento não receberam aumento algum. Na área da educação quem recebeu aumento, foi somente as auxiliares de classe e as ADES. Se estes professores querem ser reconhecidos mesmo, terão que ir para outros lugares, dar aula em escola particular ou ir trabalhar em outras prefeituras que pagam melhor, pois não adianta esperar valorização desta gestão,pois nunca virá! Fiquem atentos povo do Taboão, as eleições estão aí, vejam bem quem vocês irão colocar de novo no poder!

thekid

eu quero saber como fica os funcionários inativos que nunca mais deram aumento nosso salario o Taboão prév fala que tem que ter uma lei aprovado pelos Vereadores autorizando o Prefeito para este aumento mais até o momento nem um dos Vereadores lembrou de nós o Taboão Prév tem dinheiro só precisa é de vontade em ajudar a quem trabalhou grande parte da vida socorro Vereador.

Julio

Simplesmente vergonhoso. Essa esmola não refresca em nada a situação crítica destes servidores.

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Senado aprova em 1º turno fim do foro privilegiado de políticos e autoridades

Senado aprovou nesta quarta-feira (26), em primeiro turno, a proposta de emenda à Constituição...

26/04/2017

Temer decide cortar ponto de servidores que entrarem em greve

O presidente Michel Temer decidiu que cortará o salário dos servidores que participarem da greve...

25/04/2017

Bom Prato de Taboão começa a funcionar nesta quarta (26) com almoço a R$ 1,00

O prefeito de Taboão da Serra, Fernandes Fernandes Filho, anunciou no começo da noite desta...

22/04/2017

Taboãoprev presta contas de 2016 em audiência da Comissão de Finanças da Câmara

A Autarquia Previdenciária do Município de Taboão da Serra (Taboãoprev) realizou prestação de...

21/04/2017

Câmara de Embu aprova multa a pichação, criação da Romu e título a Fábio Teruel

Os vereadores de Embu das Artes aprovaram nesta quarta-feira, dia 19, aplicação de multa a...

27/04/2017

Justiça concede liminar para tentar barrar greve geral em ônibus e metrô

Numa tentativa clara de barrar a greve geral contra as reformas da Previdência e Trabalhista,...

27/04/2017

Câmara aprova proposta de reforma trabalhista; texto segue para o Senado

Após quase 14 horas de sessão, a Câmara dos Deputados concluiu, na madrugada desta quinta-feira...

27/04/2017

Taboão começa a elaborar Plano de Mobilidade em audiência pública no Cemur

Atendendo a Política Nacional de Mobilidade Urbana e a Lei 12.587/2012, que estabelece a...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.