Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Grevistas querem abertura de negociação com prefeito de Taboão

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 17/06/2014

greve3

DivulgaçãoGrevistas fizeram concentração na Praça Nicola Vivilenchio, Taboão da Serra

Servidores públicos de Taboão da Serra em greve há 10 dias  se reuniram nesta segunda-feira, 16,  na praça Vivilechio. Eles querem a reabertura das negociações com o prefeito sobre a pauta do movimento grevista. Fernando Fernandes afirmou que irá receber os grevistas apenas no dia 24 de junho. Para ele a greve é um fato isolado, já que apenas 116  dos 1.600 professores ativos na rede municipal de ensino aderiram a greve.

Os grevistas reivindicam reajuste imediato de 40%, vale transporte, vale alimentação compatível com o valor de uma cesta básica de R$ 500,00, revisão do plano de carreira do magistério, devolução do qüinqüênio e sexta parte dos professores retirados em 2010, evolução horizontal e vertical imediata, licença para acompanhamento de terceiros, transformação das ADIs em PDIs (professor de desenvolvimento infantil), redução da jornada das ADEs (assistente de desenvolvimento escolar) para 6 hs sem redução de salário.

Além de redução da jornada das auxiliares de classe para 6hs sem redução de salário e regularização da situação das mesmas que estão assumindo salas sozinhas, sobretudo nas EMIs e plano de saúde.

Grevistas acreditam que a nota do prefeito foi reflexo da manifestação feita na sexta-feira, 13, onde ocuparam a Rodovia Régis Bittencourt. E enviaram resposta para a nota do prefeito. O comando de greve em nota oficial afirmou, considerando a data para conversa: Consideramos isso uma postura intransigente do prefeito, pois, se pretende de fato negociar, que reabra as negociações imediatamente. Este seria o melhor caminho para buscar o entendimento com as trabalhadoras e os trabalhadores, possibilitando a normalização dos serviços públicos afetados pela greve.

Finalmente, diante da nota do prefeito, o Comando de Greve do Funcionalismo reafirma sua plena disposição de retomar imediatamente as negociações, e ao mesmo tempo a nossa firme determinação de dar continuidade à greve do funcionalismo, conforme decisão da última assembleia. Negociação, já!

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.