Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Moradores do Jardim da Luz, Embu reclamam de obra não finalizada

Por Direto da Redação do Jornal na Net | 14/06/2014

rua

Adriana MonteiroRua Erechim, Jardim da Luz com obra de recapeamento não finalizada 

Moradores da Rua Erechim, Jardim da Luz, no Embu das Artes reclamam da obra no asfalto iniciada pela prefeitura há mais de um mês e que não foi terminada. O asfalto da rua toda apresenta buracos e no começo da rua iniciaram o recapeamento. Prometendo retornar em 15 dias, mas nada foi feito. Poeira, lama esses são os transtornos enfrentados pelos moradores.

Os moradores estão revoltados e como solução, afirmaram que vão quebrar toda rua para ter atenção dos órgãos responsáveis. “Estamos passando por um problema aqui no bairro, as ruas cheias de buracos e agora inventaram de começar essa obra e não terminar. Se nada for feito vamos quebrar tudo em forma de manifestação, por ser a via de passagem de ônibus algo será feito por nós”, conta morador e dono do bar localizado na mesma rua.

O Jornal Na Net esteve no local, para ouvir os moradores e eles relatam que está muito ruim, devido muita poeira e sujeira. “Se fosse para ficar dessa forma não teríamos deixado começar essa obra, rasparam apenas o asfalto e deixaram assim. Última informação que chegou depois de reclamações foi que não tem previsão de arrumar”, João Batista, dono da serralheria da rua conta que está indignado com a situação.  

Eles contaram que foi feito contato com a prefeitura e também com o Secretário de Obras que apenas deu novos prazos e o problema não foi resolvido até o momento. 

 A reportagem do Jornal Na Net entrou em contato com a prefeitura que enviou a seguinte nota de esclarecimento: A Prefeitura notificou a empresa responsável pela obra, que se comprometeu a retomar o serviço na próxima semana.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.