Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Funcionários e ex-livre nomeados da prefeitura lotam Câmara de Itapecerica da Serra

Por Ane Greice Passos | 4/06/2014

itapeceriii

Ane Greice PassosA sessão da Câmara de Itapecerica durou 2 horas e teve a presença dos ex-livre nomeados da administração do prefeito Chuvisco

Ex-funcionários da prefeitura de Itapecerica da Serra lotaram a Câmara municipal na noite desta terça-feira, 03. A sessão teve novamente críticas ao prefeito Erlon Chaves e questionamentos sobre projetos parados. A mudança da terceira idade também foi citada pelos vereadores, que não acham viável a mudança para o Sítio dos Patos. A Casa também recebeu requerimentos e aprovou projetos. 

Edicarlos Sangue Bom apresentou 57 indicações  entre elas melhorias em alguns bairros de Itapecerica da Serra, como o Potuverá e a Ressaco. O vereador também usou a tribuna para criticar o governo atual e se desculpou com os eleitores a quem  pediu voto para o prefeito.

“Como prefeito com quase 40 dias ele não fez nada, ele não disse na rua que dava para fazer? Então faça”, disse. 

Assim como na semana anterior, dos doze vereadores, sete subiram na tribuna para falarem da nova gestão. Hércules da Farmácia e seus colegas de Casa questionaram o aumento para os funcionários públicos e a rescisão dos nomeadores que foram exonerados.

Gerson Lazarin falou sobre sua posição contrária a mudança da terceira idade do complexo administrativo para o Sítio dos Patos, devido a falta de estrutura no local. Além disso, o vereador do partido Solidariedade reforçou a sua posição contrária da vinda dos secretários de Santana do Parnaiba e ressaltou a necessidade de que a situação do aumento dos funcionários da prefeitura e a rescisão dos nomeados que foram dispensados, seja regularizada.

“É brincadeira algumas pessoas pedirem para os vereadores aplaudirem o prefeito por ter pago os funcionários, nós vamos aplaudir o prefeito quando ele pagar os livres-nomeados. Estamos totalmente a favor do pagamento dos funcionários nomeadores”, disse Gerson Lazarin. 

Cléber Bernardes também usou a tribuna para falar sobre a terceira idade e do acordo coletivo sobre o aumento de 5.8% para o funcionalismo municipal. O vereador comentou a  prestação de contas realizada na última semana e as dúvidas que ele ficou com as explicações. “A prestação de contas foi difícil, o ministro ficou todo perdido”, disse. 

O vereador Jonas Feijó tratou sobre os boatos de que ele estaria perseguindo o diretor do Regional Jacira. Feijó afirmou que a sua função é fiscalizar e perguntar sobre assuntos referentes a cidade, ele citou a possibilidade da cidade perder investimento. 

“Se o prefeito não correr a cidade vai perder muitos milhões. O prazo das casas do Horizonte já venceu e se não correr o recurso de 20 milhões de reais serão perdidos”, disse Jonas que afirmou que se não apresentarem a documentação em tempo hábil a cidade perderá.

Ramon Corsine e o presidente da Câmara Cicero Costa também falaram sobre essa situação. Corsine afirmou que se os recursos encaminhados para a cidade ficarem parados podem ser perdidos e pediu que os projetos fossem analisados.

“Existem hoje previsto a proporção de 220 milhões de reais em recursos federais e estaduais previstos. Desse valor, 120 milhões já estão assinados e não corremos o risco de perder, a não ser que aconteça algo muito grave no governo”, disse Ramon.

Ele também citou os R$ 90 milhões que estão pendentes de regularização e pediu para que o prefeito Erlon Chaves fizesse o requerimento para os governos estaduais e federais. Um dos projetos é a pista de skate.

“Eu já peço que o prefeito encaminhe imediatamente para os setores responsáveis o título de regularidade para não perdemos esse recurso”, disse Ramon que afirmou que se o recuso não for repassado até 30 de junho o valor pode ser perdido.

Cicero Costa destacou a importância da utilização dos recursos firmados na gestão anterior e pediu o início das construções das creches na cidade. O presidente reforçou as críticas dos outros vereadores contra o governo e pedindo que os contratos, que foram firmados na gestão anterior, fossem acompanhados para que as verbas da cidade e projetos não fossem perdidas.

O presidente da Câmara falou sobre a assembleia que irá acontecer nesta quarta-feira, 04, ás 18h30, convidando os funcionários atuais da prefeitura e os nomeados para participar. O encontro é para discutir o reajuste salarial de 5,8%.

“Eu quero ver se o senhor Adalberto, presidente do sindicato, tem coragem de enfileirar os funcionários da prefeitura para que façam uma greve”, disse.

O prefeito de Itapecerica não esteve presente na sessão desta terça-feira, 03. Em entrevista entrevista com o Jornal na Net sobre a relação com a câmara, Erlon disse lamentar que não entendam as ações do seu governo e que levam as mudanças como algo pessoal, ele reforçou ainda que o motivo das divergências são devido a maioria dos vereadores serem da situação da gestão anterior e ficaram na oposição do seu governo. Lembre


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.