Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Em nota HGIS informa que seguiu o protocolo médico no caso do bebê que morreu

Por Ane Greice Passos | 31/05/2014

hgis

Jornal Na NetEm nota HGIS informou que “seguiu rigorosamente o protocolo médico, priorizando ao máximo o parto normal induzido como forma de proteger a saúde da própria gestante”.

O Hospital Geral de Itapecerica da Serra enviou uma nota para o Jornal Na Net sobre o caso da recém nascida Amanda Letícia de Mello, que morreu após o parto no dia 24. O HGIS informou que “seguiu rigorosamente o protocolo médico, priorizando ao máximo o parto normal induzido como forma de proteger a saúde da própria gestante”. 

Em matéria divulgada na última segunda-feira, dia 26, Danielle Leticia Antônio falou sobre os dois dias em que esteve internada no HGIS e o sofrimento de não poder ver a sua filha viva. De acordo com Danielle ela teria passado 27 horas em trabalho de parto e havia pedido que fosse realizada uma cesárea, devido a fortes dores. Veja matéria aqui.
bebedentro
O HGIS informou em nota que Danielle não passou 27 horas em trabalho de parto e que seguiu o protocolo médico.

“A paciente foi atendida na unidade no dia 21 de maio, sem sinais de trabalho de parto e foi orientada a retornar no dia seguinte para reavaliação. No dia 22 a paciente foi internada na unidade, ainda sem sinais de trabalho de parto. Durante todo o período de internação a paciente foi avaliada por médicos e enfermeiras, com acompanhamento dos batimentos cardíacos do feto e as contrações”.

Os pais acusam o hospital de negligencia médica e afirmam que sua filha nasceu morta, porque forçaram o parto normal ao invés de realizaram uma cesárea. Eliseu disse que irá pedir uma sindicância no HGIS e pretende processar o hospital. “Se ela sabia desde o começo que não tinha dilatação, porque não fez a cesárea desde o começo? ”.

Após a matéria o HGIS mandou uma nota informando que foi aberta uma investigação interna sobre o caso, que lamenta o ocorrido e se coloca à disposição da família para prestar maiores esclarecimentos.


Veja nota do HGIS para o Jornal na Net

O HGIS Em relação à matéria “Bebê morre após mãe passar mais de 27 horas em trabalho de parto no HGIS”, publicada no dia 26 de maio pelo Jornal na Net, o Hospital Geral de Itapecerica da Serra esclarece que não procede a informação de que Danielle Letícia Antônio passou 27 horas em trabalho de parto na unidade. A paciente foi atendida na unidade no dia 21 de maio, sem sinais de trabalho de parto e foi orientada a retornar no dia seguinte para reavaliação. No dia 22 a paciente foi internada na unidade, ainda sem sinais de trabalho de parto. Durante todo o período de internação a paciente foi avaliada por médicos e enfermeiras, com acompanhamento dos batimentos cardíacos do feto e as contrações. Apenas às 19h do dia 23 a paciente foi induzida ao trabalho de parto. O Hospital informa que seguiu rigorosamente o protocolo médico, priorizando ao máximo o parto normal induzido como forma de proteger a saúde da própria gestante. Assim que foi constatada situação anormal, a paciente foi imediatamente transferida para o centro cirúrgico e foi indicada a necessidade de cesárea. A Gerência de Risco do hospital já abriu uma investigação interna sobre o caso.

O Hospital Geral de Itapecerica da Serra lamenta o ocorrido e se coloca à disposição da família para prestar maiores esclarecimentos.


11/12/2017

Idosa de 76 anos desapareceu neste domingo em Taboão da Serra

Dona Ana Maria Barbosa, 76 anos,desapareceu quando estava indo para casa onde mora com a irmã e...

10/12/2017

Multidão lota Ginásio Ayrton Senna para acompanhar o Natal Nota 10

Mais uma vez uma multidão de pais e familiares de alunos compareceu ao Ginásio de Esportes...

08/12/2017

Jorge Costa inaugura Unidade de Saúde da Família no Jardim Montezano

O prefeito de Itapecerica da Serra, Jorge Costa, inaugurou na manhã dessa quinta-feira (30) a...

05/12/2017

Justiça autoriza prefeitura de Embu a voltar a cobrar taxa do lixo

Suspensa após liminar a taxa de lixo da cidade de Embu das Artes, volta a ser cobrada. A decisão...

04/12/2017

Aprovado Voto de Louvor à caminhada histórica pelo fim da violência à mulher

A Câmara Municipal de Itapecerica da Serra aprovou por unanimidade na sessão do dia 28,...

03/12/2017

Adolescente que pilotava moto e bateu em ônibus será sepultado na Saudade

O adolescente de 14 anos, conhecido como Tete, que morreu depois de bater na lateral esquerda de...

02/12/2017

Montagem da super estrutura do Embu Summer Fest começou

Texto e fotos: Assessoria de Imprensa do evento

Nesta semana, a A Luz Eventos deu início a...

01/12/2017

Família pede liberdade do carteiro de Embu preso em audiência onde testemunhava

Funcionário dos Correios de Embu das Artes há mais de 20 anos o carteiro Denivaldo Jesus de...

30/11/2017

Caminhada entra na história de Taboão como maior ato contra violência à mulher

Uma multidão de crianças, jovens, adultos e idosos caminhou em Taboão da Serra, vestida de...

11/12/2017

Idosa de 76 anos desapareceu neste domingo em Taboão da Serra

Dona Ana Maria Barbosa, 76 anos,desapareceu quando estava indo para casa onde mora com a irmã e...

11/12/2017

Ney Santos reajusta bolsa da Frente de Trabalho de R$ 350 para R$ 1.000,00

A partir de janeiro de 2018 os integrantes da Frente de Trabalho de Embu das Artes vão receber...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.