Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Em nota HGIS informa que seguiu o protocolo médico no caso do bebê que morreu

Por Ane Greice Passos | 31/05/2014

hgis

Jornal Na NetEm nota HGIS informou que “seguiu rigorosamente o protocolo médico, priorizando ao máximo o parto normal induzido como forma de proteger a saúde da própria gestante”.

O Hospital Geral de Itapecerica da Serra enviou uma nota para o Jornal Na Net sobre o caso da recém nascida Amanda Letícia de Mello, que morreu após o parto no dia 24. O HGIS informou que “seguiu rigorosamente o protocolo médico, priorizando ao máximo o parto normal induzido como forma de proteger a saúde da própria gestante”. 

Em matéria divulgada na última segunda-feira, dia 26, Danielle Leticia Antônio falou sobre os dois dias em que esteve internada no HGIS e o sofrimento de não poder ver a sua filha viva. De acordo com Danielle ela teria passado 27 horas em trabalho de parto e havia pedido que fosse realizada uma cesárea, devido a fortes dores. Veja matéria aqui.
bebedentro
O HGIS informou em nota que Danielle não passou 27 horas em trabalho de parto e que seguiu o protocolo médico.

“A paciente foi atendida na unidade no dia 21 de maio, sem sinais de trabalho de parto e foi orientada a retornar no dia seguinte para reavaliação. No dia 22 a paciente foi internada na unidade, ainda sem sinais de trabalho de parto. Durante todo o período de internação a paciente foi avaliada por médicos e enfermeiras, com acompanhamento dos batimentos cardíacos do feto e as contrações”.

Os pais acusam o hospital de negligencia médica e afirmam que sua filha nasceu morta, porque forçaram o parto normal ao invés de realizaram uma cesárea. Eliseu disse que irá pedir uma sindicância no HGIS e pretende processar o hospital. “Se ela sabia desde o começo que não tinha dilatação, porque não fez a cesárea desde o começo? ”.

Após a matéria o HGIS mandou uma nota informando que foi aberta uma investigação interna sobre o caso, que lamenta o ocorrido e se coloca à disposição da família para prestar maiores esclarecimentos.


Veja nota do HGIS para o Jornal na Net

O HGIS Em relação à matéria “Bebê morre após mãe passar mais de 27 horas em trabalho de parto no HGIS”, publicada no dia 26 de maio pelo Jornal na Net, o Hospital Geral de Itapecerica da Serra esclarece que não procede a informação de que Danielle Letícia Antônio passou 27 horas em trabalho de parto na unidade. A paciente foi atendida na unidade no dia 21 de maio, sem sinais de trabalho de parto e foi orientada a retornar no dia seguinte para reavaliação. No dia 22 a paciente foi internada na unidade, ainda sem sinais de trabalho de parto. Durante todo o período de internação a paciente foi avaliada por médicos e enfermeiras, com acompanhamento dos batimentos cardíacos do feto e as contrações. Apenas às 19h do dia 23 a paciente foi induzida ao trabalho de parto. O Hospital informa que seguiu rigorosamente o protocolo médico, priorizando ao máximo o parto normal induzido como forma de proteger a saúde da própria gestante. Assim que foi constatada situação anormal, a paciente foi imediatamente transferida para o centro cirúrgico e foi indicada a necessidade de cesárea. A Gerência de Risco do hospital já abriu uma investigação interna sobre o caso.

O Hospital Geral de Itapecerica da Serra lamenta o ocorrido e se coloca à disposição da família para prestar maiores esclarecimentos.


19/04/2018

Moradores comemoram reforma de Praça em Taboão da Serra

Os moradores do Jardim Beatriz, em Taboão da Serra, estão comemorando a reforma e instalação de...

18/04/2018

Fórum São Paulo premiou Promotores do Desenvolvimento eleitos em votação direta

Com a presença de várias autoridades e homenageados, o Fórum São Paulo e o Grupo Organizado de...

12/04/2018

Adolescente de Taboão está desaparecido e família pede ajuda para encontrá-lo

O estudante Luiz Gustavo de Oliveira Vieira, de 14 anos, está desaparecido desde a segunda-feira...

12/04/2018

Moradores reclamam de barulho e música alta em bairro de Taboão

Há cerca de um ano, os moradores do bairro Jacarandá, em Taboão da Serra, vem sofrendo com o...

05/04/2018

Governo de São Paulo vai contratar 800 escrivães e 600 investigadores

As inscrições para o concurso que vai selecionar 800 escrivães e 600 investigadores começam às...

05/04/2018

OAB Taboão lança 3ª edição de revista impressa nesta quinta (5)

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção Taboão da Serra, lança nesta quinta-feira (05) a...

04/04/2018

Concurso do TRT da 2ª Região vai oferecer vagas em Taboão, Embu e Itapecerica

O Tribunal Regional da 2ª Região, São Paulo, vai abrir novo concurso público autorizado para o...

04/04/2018

Procon de Itapecerica da Serra divulga os números do Mês do Consumidor

O Procon de Itapecerica da Serra informa que efetuou 3751 atendimentos durante as ações...

31/03/2018

Embu lidera ranking de estupros e Taboão sai na frente nos casos de roubo

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) mostram que a cidade...

25/03/2018

 Moradores de Itapecerica pedem justiça para adolescente de 14 anos assassinada

Em clima de absoluta comoção familiares, amigos,vizinhos e colegas de escola da adolescente de...

19/04/2018

Entra em vigor lei que aumenta pena para motorista embriagado

Entra em vigorar n

19/04/2018

Projeto Abril Solidário movimenta Faculdade em Taboão da Serra

O Projeto Abril Solidário, criado pelos alunos do curso de Pedagogia da Faculdade FECAF de...

19/04/2018

Inscrições com redução de taxa das Etecs de Taboão e Embu estão abertas

Estão abertas as inscrições para redução de 50% na taxa de inscrições do processo seletivo para...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.