Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

I Fórum discute caminhos para a Educação em Itapecerica da Serra

Por Departamento de Comunicação da Prefeitura de Itapecerica da Serra | 28/05/2014

palestradentro

Comunicação PrefeituraPrefeito Erlon Chaves participa do I Fórum de Educação de Itapecerica da Serra

Com o tema “Educação: Agente Transformador da Sociedade”, a Prefeitura de Itapecerica da Serra promoveu no último domingo, 25 de maio, o I Fórum de Educação, no auditório do Complexo Administrativo. 

A Mesa dos Trabalhos foi composta pelo prefeito Prof. Erlon Chaves; secretária municipal de Educação, Eliana Maria da Cruz Silva; palestrantes professora Silvia Gasparian Colello e psicóloga Suzy Camacho; Josiel Silva Costa França, diretor de Ensino Fundamental; Daniela Amorim, diretora de Educação Infantil; Adriana Barbosa Cordeiro, diretora do SEDAP (Departamento Pedagógico); Suely de Camargo Millanese, diretora Administrativa; Regiane de Paula Vidal, diretora de Educação Especial; e Luiz Paulino, diretor do Colégio Lebiste.  

“O objetivo deste fórum é buscarmos um caminho para a Educação”, falou o prefeito Prof. Erlon Chaves na abertura, ressaltando que seu governo é pautado pelo diálogo. Como exemplo, citou que não houve convocação, mas sim convites para os professores participarem do evento, que contou com ótimo público. 

Prof. Erlon Chaves explicou que “a Educação que estamos propondo aqui é a Educação acolhedora, de escutar, do diálogo, de aprender com os outros”. 

Mestra e doutora em Educação pela Universidade de São Paulo e docente na mesma instituição, a pedagoga Silvia Colello palestrou sobre os desafios atuais da área. Ela elencou os sete pontos capitais da Educação e reforçou a importância de amarrá-los. 

Diante dos desafios filosófico, ético, pedagógico, didático, metodológico, psicossocial e profissional, a doutora apontou alguns caminhos para os professores, que “são muito cobrados, mas pouco valorizados”. 

Silvia colocou ainda o dilema do docente na formação de seres humanos diante da nova realidade da sociedade, em que o consumismo e a tecnologia ditam as regras, e citou o educador Paulo Freire: “Se a escola é um mecanismo de reprodução; a escola também pode ser um mecanismo de transformação”. 

Já a psicóloga Suzy Camacho ministrou palestra sobre a importância do afeto e de uma percepção mais positiva na vida, na família e dentro da sala de aula. Segundo Suzy, “todos os professores que marcaram nossas vidas tinham afeto”. 

A psicóloga falou sobre como a valorização das emoções pode estimular o gosto pela aprendizagem e destacou a necessidade de se criar um ambiente escolar motivador. 
Graduada pela FMU, com atuação na psicopedagogia infantil e adolescente, Suzy colabora com programas de rádio e escreve artigos para revistas e jornais sobre psicologia e relacionamentos afetivos. 

"O I Fórum da Educação, além de exaltar o direito de expressão dos educadores do município, proporcionou o que tem de mais valioso para a educação de qualidade: a reflexão sobre a prática de ensino-aprendizagem. Nisto pude reconstruir a essência de atuação no magistério", afirmou um dos participantes, professor Gerson Ruas, que atua na Escola Municipal Bem Te Vi. 

No final, foi aberta a plenária. O público presente, formado majoritariamente por professores da rede municipal de ensino, fez comentários e questionamentos sobre o rumo da Educação, respondidos pelos integrantes da mesa.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.