Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Chuva de granizo deixa ruas de Taboão e Embu cobertas de gelo

Por Sandra Pereira | 18/05/2014

gelooo

Rafael RezendeGelo cobriu várias ruas de Taboão da Serra e Embu das Artes neste domingo. Essa rua do Marabá ficou tomada pelo granizo

A chuva forte de granizo que caiu na tarde deste domingo, 18, deixou várias ruas de Taboão da Serra e de Embu das Artes cobertas de gelo. Em vários locais o gelo formou uma camada branca chegando a atingir até 5 dedos de espessura. Algumas ruas ficaram escorregadias por conta do gelo e os motoristas precisaram de paciência e prudência para trafegar nelas. A rodovia Régis Bittencourt ficou alagada nas imediações da empresa Cinpal. O trânsito ficou lento e muita gente preferiu deixar os ônibus e seguir a pé. Várias partes da Kizaemon Takeuti, em Taboão da Serra, ficaram encobertas pelo granizo. O gelo demorou a derreter. Em Embu das Artes a Avenida Rotary também ficou com várias partes cobertas pelo gelo. O granizo destruiu alguns telhados. Veja imagens aqui, aqui, aqui, e aqui.

Os moradores mais antigos se surpreenderam com a intensidade da chuva e a quantidade de gelo que se acumulou nas ruas. Quem estava dirigindo no momento da chuva se impressionava com a quantidade e o barulho do granizo sobre o veículo. Por conta disso muitos motoristas buscavam abrigo debaixo das árvores e em postos de combustível. 

Na rua Elpídio José de Oliveira um motoqueiro caiu depois de escorregar na camada de gelo que cobriu a parte a via. Vários veículos tentaram sem sucesso  subir pela mesma rua e acabavam desistindo.

“Nunca vi uma chuva de granizo tão forte como essa. Foi impressionante a quantidade de gelo. Foi muito forte”, afirmou uma moradora antiga da rua. 

Alguns gramados e jardins da cidade lembraram por vários minutos paisagens comuns a países onde costuma nevar. O gelo encobria quase totalmente a parte verde formando uma paisagem bela e incomum nas regiões tropicais. 

“Parece que está tudo coberto pela neve”, comemorava uma adolescente moradora de Taboão.

Um verdadeiro tapete de pedras de gelo cobriu a rua José Carlos de Macedo Soares. As folhas que caíram das árvores localizadas em ambos os lados da rua se misturaram com as pedras de gelo formando uma paisagem ímpar. 

Em vários locais era possível encontrar moradores se apressando em retirar as pedras de gelo que caíram nos quintais. 

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.