Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Chico Brito recebe em Mauá minuta sobre Lei específica da Bacia do Rio Guaió

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 8/05/2014

chicodentrofoto

Jornal Na NetAlterações dizem respeito a questões nas áreas fundiária, ambiental e econômica

As prefeituras de Mauá, Ribeirão Pires, Ferraz de Vasconcelos, Suzano e Poá estão empenhadas em viabilizar a aprovação de uma lei específica para a Bacia do Rio Guaió, que nasce em Mauá e passa pelas outras cidades ao longo de 20 quilômetros de extensão. Técnicos dos cinco municípios trabalharam em conjunto desde dezembro do ano passado para elaborar a minuta de projeto de lei especificamente voltado à Bacia do Rio Guaió. A minuta deverá ser entregue ao presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê, Francisco Brito, na sexta-feira (9), a partir das 9h, no auditório do gabinete do prefeito Donisete Braga.

Posteriormente, a minuta deverá ser apreciada pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente antes de ser encaminhada ao Governo do Estado e Assembleia Legislativa. 

“Da mesma forma que existe a Lei Específica da Represa Billings, estamos trabalhando para viabilizar a aprovação da Lei Específica da Bacia do Rio Guaió pelo Governo do Estado. A lei estadual em vigor é genérica e datada de 1976. Com a lei específica, cada município diretamente envolvido terá autonomia para atuar de acordo com as próprias necessidades, explica o engenheiro Temístocles Clei Cardoso Cristofaro, assessor da Secretaria de Planejamento de Mauá. 

A questão que se coloca é: o que estes municípios da Grande São Paulo têm objetivamente a ganhar com a regulamentação legal desta bacia formada pelo rio principal e outros cerca de 70 córregos e cursos de água? O que mudará, efetivamente, com a adoção de uma lei estadual de recorte customizado que confira status diferenciado e único à Bacia do Rio Guaió?

Clei explica que a lei específica permitirá obter ganhos em três eixos principais: questão fundiária, qualidade ambiental e desenvolvimento econômico.


Questão fundiária

Juntos, os municípios de Mauá, Ribeirão Pires, Suzano, Poá e Ferraz de Vasconcelos somam cerca de 1,5 milhão de habitantes. Deste total, cerca de 500 mil são diretamente afetados pela legislação à qual o Rio Guaió está subordinado. Isso porque dezenas de milhares de moradias, construções e empresas localizadas ao redor do rio enfrentam problemas de regularização fundiária por entraves ambientais.

“Mesmo com a urbanização consolidada há anos ou décadas, os moradores não conseguem regularizar e obter a escritura de suas casas”, afirma Clei. Ele explica que a lei específica contempla este tema tornando o processo de regularização dos lotes mais adequado à realidade dos municípios. Ressalva, entretanto, que os casos que embutirem comprovadamente riscos ambientais deverão ser submetidos ao crivo do Código Florestal, de jurisdição federal.

Qualidade Ambiental

Quem toma contato com o plano de desburocratizar o processo de regularização das moradias e empresas pode imaginar que a lei do Rio Guaió representaria um tiro no pé em relação à preservação ambiental. Mas trata-se de engano, garante Clei. Ele explica que a minuta elaborada pelos técnicos impõe a obrigatoriedade de os cinco municípios garantirem o tratamento de 100% do esgoto gerado até 2018. Isto significa que a melhoria do padrão de qualidade da água do Rio Guaió estará praticamente assegurada nos próximos anos.

No caso específico de Mauá, o tratamento de 100% do esgoto coletado será alcançado em janeiro de 2015, quando deverá entrar em operação a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) em construção no Bairro Capuava. As obras estão em estágio avançado e a inauguração para testes está programada para 8 de dezembro, data em que Mauá completará 60 anos.

Com a ETE, Mauá deixará de lançar esgoto in natura no Rio Tamanduateí, e no Guaió, formado no município pela junção dos córregos Sampaio Vidal e Moinho.

“Com a eliminação do esgoto no Guaió, será possível planejar a utilização do rio para reservação e captação de água no provável cenário de escassez desenhado para a Região Metropolitana de São Paulo”, comenta Clei. “Testes recentemente realizados mostram que a vazão é de 400 litros por segundo, suficiente para abastecer uma cidade de cerca de 130 mil habitantes.    

Desenvolvimento Econômico

A lei estadual datada de 1976 é tão restritiva para empresas quanto para o setor de moradias. Com a lei específica, mais do que a regularização das empresas existentes, estariam dadas as condições para atrair novas empresas cujas atividades não representam ameaças ao meio ambiente. Isso é possível porque entre as quase quatro décadas que separam a lei vigente dos dias atuais, a tecnologia evoluiu a ponto de tornar plenamente conciliáveis vetores de produção e preservação.

“Ao proporcionar condições para atrair empresas, a lei específica contribui para o desenvolvimento econômico e social. Empresas geram empregos para os moradores do entorno e contribuem com geração de impostos que podem ser revertidos, inclusive, em intervenções de recuperação ambiental”, afirma Clei.  

Outro vetor importante do ponto de vista do desenvolvimento econômico é a possibilidade de fortalecimento da chamada indústria do turismo, inclusive como subproduto da melhoria da qualidade da água. A atratividade proporcionada pelo rio limpo e recuperado poderá incrementar a oferta de pesqueiros, restaurantes e outros estabelecimentos de lazer e entretenimento. 

Histórico

A minuta de projeto de lei que será entregue nesta sexta-feira (9) ao presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê e prefeito de Embu das Artes, Francisco Brito, é resultado da interação de técnicos dos cinco municípios desde 19 de dezembro de 2013, data em que um encontro entre os prefeitos dos municípios pertencentes à Bacia do Rio Guaió, em Suzano, selou o início dos trabalhos.

Além de sete encontros presenciais, os técnicos participaram de sobrevoo de helicóptero sobre o Rio Guaió e interagiram ativamente à distância, com troca de informações utilizadas para a elaboração do projeto de lei.

26/04/2017

Bom Prato de Taboão abre as portas superando expectativas e com elogios

O restaurante popular Bom Prato Taboão da Serra abriu suas portas ao público nesta quarta-feira,...

25/04/2017

Conseg Monte Alegre fará reunião no Intercap para debater segurança na região

Instrumento importante de participação popular em favor da Segurança Pública a reunião mensal da...

22/04/2017

Engenheiro  desaparecido em Itapecerica da Serra é localizado em Curitiba

O engenheiro Cláudio Silvestre Rodrigues, morador de Itapecerica da Serra, que estava...

21/04/2017

Família de engenheiro de Itapecerica cria força tarefa para localizá-lo, ajude!

Uma verdadeira força tarefa formada por familiares, integrantes da Polícia Militar e da Guarda...

16/04/2017

Taboão da Serra realizou 61ª encenação da Paixão de Cristo com inovações

O público emocionado e atento assistiu a 61ª encenação da Paixão de Cristo de Taboão da Serra,...

13/04/2017

Joice Silva e Johnatan Noventa visitam Casa dos Velhinhos Santa Terezinha

“Aqui é um cantinho de céu. E aquelas duas moças são dois anjos”. Foi com essa frase, dita com...

13/04/2017

Nova balada sertaneja em Taboão estreia com show de Helena

Um dos bares mais agitados de Taboão da Serra, localizado Rua José Maria, 123, no Parque...

10/04/2017

3º Encontro de Autismo em Taboão teve público recorde e palestras de alto nível

Com participação de público recorde, palestras de nível elevado e a presença maciça de...

06/04/2017

Festival Gastronômico no Extra Taboão acontecerá nos dias 07, 08 e 09 de abril

Entre os dias 07 e 09 de abril de 2017 (12h às 22h) o Taboão vai ficar ainda mais delicioso! O...

05/04/2017

Moradores do Monte Alegre investem em monitoramento e sinalização contra o crime

Cansados da violência e sem conseguir se proteger contra os assaltos cada vez mais frequentes na...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Homens são presos em flagrante por furto em estabelecimento comercial em Taboão

Policiais da RP conseguiram prender em flagrante dois homens que estavam furtando objetos de um...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.