Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Chico Brito recebe em Mauá minuta sobre Lei específica da Bacia do Rio Guaió

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 8/05/2014

chicodentrofoto

Jornal Na NetAlterações dizem respeito a questões nas áreas fundiária, ambiental e econômica

As prefeituras de Mauá, Ribeirão Pires, Ferraz de Vasconcelos, Suzano e Poá estão empenhadas em viabilizar a aprovação de uma lei específica para a Bacia do Rio Guaió, que nasce em Mauá e passa pelas outras cidades ao longo de 20 quilômetros de extensão. Técnicos dos cinco municípios trabalharam em conjunto desde dezembro do ano passado para elaborar a minuta de projeto de lei especificamente voltado à Bacia do Rio Guaió. A minuta deverá ser entregue ao presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê, Francisco Brito, na sexta-feira (9), a partir das 9h, no auditório do gabinete do prefeito Donisete Braga.

Posteriormente, a minuta deverá ser apreciada pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente antes de ser encaminhada ao Governo do Estado e Assembleia Legislativa. 

“Da mesma forma que existe a Lei Específica da Represa Billings, estamos trabalhando para viabilizar a aprovação da Lei Específica da Bacia do Rio Guaió pelo Governo do Estado. A lei estadual em vigor é genérica e datada de 1976. Com a lei específica, cada município diretamente envolvido terá autonomia para atuar de acordo com as próprias necessidades, explica o engenheiro Temístocles Clei Cardoso Cristofaro, assessor da Secretaria de Planejamento de Mauá. 

A questão que se coloca é: o que estes municípios da Grande São Paulo têm objetivamente a ganhar com a regulamentação legal desta bacia formada pelo rio principal e outros cerca de 70 córregos e cursos de água? O que mudará, efetivamente, com a adoção de uma lei estadual de recorte customizado que confira status diferenciado e único à Bacia do Rio Guaió?

Clei explica que a lei específica permitirá obter ganhos em três eixos principais: questão fundiária, qualidade ambiental e desenvolvimento econômico.


Questão fundiária

Juntos, os municípios de Mauá, Ribeirão Pires, Suzano, Poá e Ferraz de Vasconcelos somam cerca de 1,5 milhão de habitantes. Deste total, cerca de 500 mil são diretamente afetados pela legislação à qual o Rio Guaió está subordinado. Isso porque dezenas de milhares de moradias, construções e empresas localizadas ao redor do rio enfrentam problemas de regularização fundiária por entraves ambientais.

“Mesmo com a urbanização consolidada há anos ou décadas, os moradores não conseguem regularizar e obter a escritura de suas casas”, afirma Clei. Ele explica que a lei específica contempla este tema tornando o processo de regularização dos lotes mais adequado à realidade dos municípios. Ressalva, entretanto, que os casos que embutirem comprovadamente riscos ambientais deverão ser submetidos ao crivo do Código Florestal, de jurisdição federal.

Qualidade Ambiental

Quem toma contato com o plano de desburocratizar o processo de regularização das moradias e empresas pode imaginar que a lei do Rio Guaió representaria um tiro no pé em relação à preservação ambiental. Mas trata-se de engano, garante Clei. Ele explica que a minuta elaborada pelos técnicos impõe a obrigatoriedade de os cinco municípios garantirem o tratamento de 100% do esgoto gerado até 2018. Isto significa que a melhoria do padrão de qualidade da água do Rio Guaió estará praticamente assegurada nos próximos anos.

No caso específico de Mauá, o tratamento de 100% do esgoto coletado será alcançado em janeiro de 2015, quando deverá entrar em operação a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) em construção no Bairro Capuava. As obras estão em estágio avançado e a inauguração para testes está programada para 8 de dezembro, data em que Mauá completará 60 anos.

Com a ETE, Mauá deixará de lançar esgoto in natura no Rio Tamanduateí, e no Guaió, formado no município pela junção dos córregos Sampaio Vidal e Moinho.

“Com a eliminação do esgoto no Guaió, será possível planejar a utilização do rio para reservação e captação de água no provável cenário de escassez desenhado para a Região Metropolitana de São Paulo”, comenta Clei. “Testes recentemente realizados mostram que a vazão é de 400 litros por segundo, suficiente para abastecer uma cidade de cerca de 130 mil habitantes.    

Desenvolvimento Econômico

A lei estadual datada de 1976 é tão restritiva para empresas quanto para o setor de moradias. Com a lei específica, mais do que a regularização das empresas existentes, estariam dadas as condições para atrair novas empresas cujas atividades não representam ameaças ao meio ambiente. Isso é possível porque entre as quase quatro décadas que separam a lei vigente dos dias atuais, a tecnologia evoluiu a ponto de tornar plenamente conciliáveis vetores de produção e preservação.

“Ao proporcionar condições para atrair empresas, a lei específica contribui para o desenvolvimento econômico e social. Empresas geram empregos para os moradores do entorno e contribuem com geração de impostos que podem ser revertidos, inclusive, em intervenções de recuperação ambiental”, afirma Clei.  

Outro vetor importante do ponto de vista do desenvolvimento econômico é a possibilidade de fortalecimento da chamada indústria do turismo, inclusive como subproduto da melhoria da qualidade da água. A atratividade proporcionada pelo rio limpo e recuperado poderá incrementar a oferta de pesqueiros, restaurantes e outros estabelecimentos de lazer e entretenimento. 

Histórico

A minuta de projeto de lei que será entregue nesta sexta-feira (9) ao presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Alto Tietê e prefeito de Embu das Artes, Francisco Brito, é resultado da interação de técnicos dos cinco municípios desde 19 de dezembro de 2013, data em que um encontro entre os prefeitos dos municípios pertencentes à Bacia do Rio Guaió, em Suzano, selou o início dos trabalhos.

Além de sete encontros presenciais, os técnicos participaram de sobrevoo de helicóptero sobre o Rio Guaió e interagiram ativamente à distância, com troca de informações utilizadas para a elaboração do projeto de lei.

21/09/2017

Corpo de Bombeiros conteve princípio de incêndio na cozinha da Sercom, em Taboão

Um foco de incêndio cuja causa ainda não foi identificada, na cozinha do refeitório da empresa...

19/09/2017

"Encontro" de motoqueiros tira a paz de moradores do Saint Morritz aos domingos

Faz três domingos consecutivos que os moradores do jardim Saint Morritz, em Taboão da Serra,...

18/09/2017

Boehringer Ingelheim abre vagas de estágio na unidade de Itapecerica da Serra

A Boehringer Ingelheim, empresa de origem alemã que está entre as principais farmacêuticas do...

17/09/2017

Pai da deputada Analice, seu Avenir Fernandes, morre aos 79 anos

O pai da deputada estadual e vice-presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Analice...

17/09/2017

PhotoTruck da ImageMagica levou fotografia e reflexão a alunos de Embu

“Você pode ser fotógrafo em casa, precisa apenas de olhar”. É como Gabriel, aluno de Osasco...

15/09/2017

Prefeitura de Taboão e Sebrae oferecem palestras de empreendedorismo

Se você é empresário ou pretende abrir o próprio negócio, uma boa oportunidade é participar das...

14/09/2017

Incêndio destruiu Centro de Distribuição dos Correios de Itapecerica da Serra

A sede do Centro de Distribuição Domiciliar (CDD) dos Correios de Itapecerica da Serra, situada...

12/09/2017

Negar o próprio sofrimento é uma das razões que podem desencadear o suicídio

O suicídio é uma consequência extrema de questões não problematizadas. É desta maneira que o...

07/09/2017

Público lotou arena Multiuso no desfile de 7 de setembro em Taboão da Serra

Os alunos da rede pública de Ensino de Taboão da Serra fizeram bonito no tradicional desfile de...

05/09/2017

Itapecerica da Serra está de luto pela morte Maurício Rocha, da Defesa Civil

O Coordenador Municipal de Proteção e Defesa Civil da Prefeitura de Itapecerica da Serra,...

22/09/2017

Alunos de Panificação da Escola de Gastronomia encerram curso com chave de ouro

Cinco deliciosas receitas foram apresentadas à banca avaliadora pelos alunos que finalizaram o...

22/09/2017

Polícia prende seis pessoas suspeitas de integrarem quadrilha de roubo de cargas

A Polícia Civil conseguiu efetuar a prisão de seis pessoas na noite desta quarta-feira (20), em...

22/09/2017

Criação do Plano Municipal de Mobilidade Urbana avança em Taboão

A Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana de Taboão da Serra realizou na quinta-feira, 14...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.