Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Vereadores acusam SindTaboão de ser irresponsável e intransigente com professores da cidade

Por Sandra Pereira | 16/06/2010

CS.jpg

Vereadores debateram liminar e criticaram decisão do SindTaboão de ingressar na Justiça

A polêmica em torno da liminar obtida pelo Sindicato dos Funcionários Públicos de Taboão da Serra anulando a votação do Estatuto do Magistério ecoou na Câmara Municipal da cidade. Os vereadores acusaram o SindTaboão de agir de forma precipitada, irresponsável e intransigente. Eles avaliam que a liminar prejudica os professores em vários aspectos, com ênfase na questão salarial. Esse ponto também foi criticado pelo Sindicato dos Professores da Rede Municipal, que chegou a dizer que o SindTaboão prestou um desserviço aos professores.

“Os educadores estão sofrendo por conta da irresponsabilidade do Sindicato. Espero que o mais breve possível esse erro grave seja corrigido”, disparou o vereador Cido, presidente da Comissão de Educação da Câmara. “Quero convidar todos os professores a lutar para ter o direito de receber o aumento salarial que foi garantido pelo Estatuto”, completou.

O vereador Alexandre Depieiri cobrou da imprensa a divulgação do assunto. Ele lembrou que sofreu pesadas críticas dos veículos de imprensa da região quando pediu vistas de um projeto de Lei. “A imprensa tem que divulgar o grande prejuízo que essa liminar trouxe aos professores. Ela  só não foi derrubada ainda por conta de uma paralisação da Justiça. As pessoas têm que saber o que o Sindicato fez. A imprensa tem que divulgar esse fato”, afirmou Depieiri.

O vereador Macário declarou que o SindTaboão agiu de forma precipitada e errou acarretando prejuízos para toda a categoria da educação. Ele enfatizou a insatisfação de ver os professores sem o direito de receber o aumento salarial aprovado na Câmara. Ele lembrou que quem ganhava pouco mais de R$ 600,00 iria ganhar R$ 1.080. Os demais teriam o salário fixo de R$ 1.365, 00 que ainda pode ser acrescido de outras gratificações. “O Sindicato agiu precipitadamente sem saber o que estava sendo votado aqui na Casa”, acusou.

O vereador Wagner Eckstein que também é presidente da Aversud  definiu a questão como um impasse jurídico. Ele citou como exemplo um caso ocorrido em Pernambuco há 25 anos, em que um homem matou a mulher e nos dois filhos e demorou 25 anos para ser julgado.

“Aqui nós votamos na terça e na quarta o Judiciário deu a liminar. Olha o paradoxo: 25 anos para julgar um homem que matou a mulher e atirou nos filhos e 24 horas para cassar um projeto que aumentava os salários dos professores. Não dá pra entender esse Poder Judiciário”, declarou.

O vereador defendeu que o Estatuto representa um avanço para a cidade e para os professores.. “O Sindicato está equivocado e usou de má fé ao dizer que não houve audiência pública. Houve sim uma rica audiência das 10 até 14 horas. Houve debate a própria presidente do sindicato participou e deu sugestões”, revelou.

Wagner Eckstein disse que foram apresentadas na ocasião mais de 10 reivindicações e que a maioria delas foi atendida e passou a constar no documento.

16/01/2018

Divulgada lista com locais de exame do Vestibulinho das Etecs

Os candidatos inscritos no processo seletivo das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) para o...

15/01/2018

Inscrições para o ProUni começam dia 6 de fevereiro

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) do primeiro semestre de 2018...

15/12/2017

Parceria entre Prefeitura de Taboão e Senac forma 450 alunos

Na noite da última quarta-feira, 13, 450 munícipes de Taboão da Serra se formaram nos cursos de...

14/12/2017

Definido calendário escolar para o ano letivo de 2018

Foi divulgado na noite desta quarta-feira (13), o calendário escolar para 2018. O ano letivo...

13/12/2017

Aluno da EMEF Cecília Meireles vence concurso de soletração em inglês

No dia 30 de novembro, a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de T

12/12/2017

Enem para presos e segunda aplicação começam hoje

Cerca de 32 mil pessoas privadas de liberdade farão hoje (12) e amanhã (13) as provas do Exame...

12/12/2017

Alunos da rede Estadual terão material pedagógico em aplicativo

A liberação do uso de telefone celular em sala de aula para fins pedagógicos foi autorizada em...

10/12/2017

Deputada Analice leva Projeto Guri para Embu das Artes

Um grupo de 150 crianças e adolescentes estão frequentando aulas de iniciação musical e de...

08/12/2017

500 alunos se formam pela Escola Municipal de Gastronomia

A qualificação profissional é o melhor caminho, em um momento de crise econômica nacional, para...

16/01/2018

Inauguração do novo quartel do Corpo de Bombeiros de Taboão será dia 19

Nesta sexta-feira, 19, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, a deputada estadual...

16/01/2018

Itapecerica e Embu arrecadaram juntas mais de R$ 4 milhões sobre pedágio em 2017

O ISS que incide sobre as tarifas de pedágio tem representado importante recurso para os 262...

16/01/2018

Divulgada lista com locais de exame do Vestibulinho das Etecs

Os candidatos inscritos no processo seletivo das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) para o...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.