Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Na sessão, efetivos da prefeitura da Taboão são informados que não terão aumento salarial

Por Sandra Pereira | 7/05/2014

taboao

Sandra PereiraPresidente da câmara, Eduado Nóbrega, comunicou aos servidores que prefeitura não tem disponibilidade financeira para conceder reajuste

O debate de tema livre prevaleceu nesta terça-feira, 6, na sessão da câmara municipal de Taboão da Serra. Entre os temas discutidos na noite destacaram-se a necessidade de intensificação do combate à dengue e a luta do funcionalismo por reajuste salarial que já dura 18 anos.  Vereadores da oposição e situação politizaram o debate dos temas fazendo ataque e defesa de acordo com sua postura política. Em alguns momentos o clima ficou tenso. Já no final da sessão os servidores públicos presentes foram informados que não haverá reajuste salarial esse ano. A informação foi transmitida pelo presidente da câmara, Eduardo Nóbrega, que disse ter conversado sobre o pedido de reajuste do funcionalismo com o prefeito Fernando Fernandes. Na sessão os vereadores votaram requerimentos e indicações. Não houve projetos na pauta pela terceira sessão seguida.

O discurso do vereador Luiz Lune que falou em “comer capim” provocou reação do vereador Marco Porta, que modo sutil e “didático” deixou subtendido que poderia pedir quebra de decoro contra Luiz Lune. Porta ainda disse que poderia, mas, não iria  tornar público algo que Lune teria conhecimento, mas o público presente não. Lune disse ao Jornal na Net que utilizou a expressão "comer capim" num contexto no qual falava que as pessoas presentes no plenário comiam arroz e feijão e não capim, portanto não seriam burras. O presidente da câmara  lembrou que o vereador que acusado de falta de decoro pode ser levado a uma sessão secreta. Causou igual mal estar na Casa a presença de pessoas que vaiavam os vereadores durante suas falas.

“Governar é eleger prioridades. Não podemos enganar os servidores sobre essa questão do aumento. Podemos iniciar a luta para discutir outras propostas. Há a possibilidade de falar da reclassificação e da concessão de auxílio transporte. Mas não existe nesse momento a possibilidade financeira de ser concedido aumento aos servidores. Eu  não me respeitaria se omitisse essa informação”, afirmou o presidente, justificando que a lei eleitoral impede que seja concedido benefício em ano de eleição.

 Os servidores presentes ao parlamento ouviram com tristeza o discurso do presidente que trouxe  a resposta do governo sobre a impossibilidade do aumento. Eles disseram não ter visto a luz no fim do túnel anunciada por ele. 

“Agora nós temos que buscar alternativas pensar como fazer para ter esse aumento”, Paulo Cardoso Luiz.

Fora a questão do funcionalismo foi o debate sobre a saúde, em especial ao surto de dengue que a cidade enfrenta que prevaleceu na sessão. 

“A cidade precisa declarar guerra e esse mosquito. O problema existe e precisa ser enfrentado. As autoridades e a população devem se unir contra essa doença que está trazendo mazelas. O empenho tem que ser conjunto. O poder público fazendo a sua parte e os moradores abrindo as suas portas para os agentes poderem atuar”, defendeu o vereador Ronaldo Onishi. 

Ele anunciou de tribuna que nesta quarta –feira, 7,  a prefeitura da cidade fará uma ação de combate à doença no Parque Pinheiros, um dos bairros mais afetados pelo surto da doença. “Todos os casos com suspeita de dengue estão sendo tratados como se dengue fossem. Estamos tendo problemas com os resultados de exames, mas ainda assim todos os casos suspeitos são tratados como se fossem. Saúde pública não é brincadeira”, completou Onishi. 

Moreira disse que durante gabinete itinerante no largo de Taboão moradores da cidade demonstraram preocupação com espelho d’agua instalado no local. O vereador afirmou não ter encontrado focos do mosquito no local, mas demonstrou preocupação com a possibilidade disso ocorrer.  O vereador anunciou de tribuna que no próximo dia 24 vai realizar prestação de contas do seu mandato e fazer o pré- lançamento de sua candidatura a deputado federal.

Audiência Pública de Saúde

 Um dos temas mais debatidos atualmente em Taboão da Serra a saúde será amplamente discutida durante audiência pública marcada para a quinta-feira, 8, a partir das 15 horas na Câmara Municipal da cidade. A audiência é uma oportunidade ímpar para a população tratar os temas diabetes, hipertensão e dengue. Durante a audiência haverá prestação de contas da saúde municipal.

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.