Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Moradores de Taboão sofrem com mudança em itinerários de ônibus, após ataques

Por Sandra Pereira | 4/05/2014

onibus_1

Sandra Pereira Ônibus mudaram itinerário na região do São Judas após ataques

Como já se tornou comum nesses casos foram os usuários do transporte público de Taboão da Serra que pagaram a “conta” pelos ataques recentes contra dois ônibus na periferia da cidade. Dessa vez os moradores da região do São Judas, Indiana e Saint Moritz foram prejudicados com a alteração de itinerários das linhas depois que um ônibus foi queimado e outro apedrejado em protesto contra o assassinato de um rapaz de 24 anos morador do São Judas. Leia mais sobre o assunto aqui.

O jovem foi assassinado à queima roupa com 5 tiros por motivos desconhecido no dia 1º de maio. Logo após a morte dele moradores revoltados apedrejaram um coletivo e atearam fogo. Mas as chamas foram contidas. O veículo foi recolhido e levado para a Delegacia de Taboão. Desde a noite do 1º os coletivos sofreram alteração do itinerário, de acordo com funcionários da Viação Pirajuçara para garantir a segurança da frota, colaboradores e passageiros. 

Temendo novos ataques os coletivos que fazem as linhas circulares municipais deixaram de rodar cedo na noite do 1º de maio, dificultando bastante a volta para casa de quem decidiu aproveitar o feriado fora e acabou enfrentando o recolhimento das linhas municipais. 

“Os pontos estavam cheios e os ônibus foram recolhidos desde às 21h40”, relatou uma usuária do transporte público ao Jornal Na Net. 

Outro passageiro disse a reportagem que os ônibus circulares estava trafegando somente na região do comércio do São Judas por conta do receio de novos ataques. Os pontos finais das linhas circulares foram direcionados para a parada final das linhas intermunicipais 190 e 300. A medida ainda permanece, mesmo não tendo ocorrido novos ataques. 

Em 2013 Taboão da Serra sofreu verdadeira onda de ataques a ônibus. Em poucos dias 4 coletivos foram violentamente abordados e incendiados depois da morte de um jovem que morava na região do jardim Panorama. O bairro ficou desprovido de transporte público por quase um mês durante o ocorrido.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.