Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

2º Fórum Sobre Drogas e Direitos Humanos em Embu será dia 24/4

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 17/04/2014

forumdrogasdentro

Comunicação Prefeitura2° Fórum de Drogas em Embu das Artes acontecerá na próximo quinta-feira, 24.

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo, segundo semestre, da Escola Técnica (Etec) de Embu das Artes. São 280 vagas distribuídas entre os cursos de administração, contabilidade, eletrônica, informática, logística, redes de computadores e secretariado. Além das vagas remanescentes, oferecidas aos estudantes que já iniciaram o curso e que, por algum motivo, o interromperam.

Para participar é preciso que o candidato já tenha concluído ou esteja cursando o segundo ou o terceiro ano do Ensino Médio. As inscrições podem ser feitas no site  www.vestibulinhoetec.com.br até as 15h do dia 17 de maio. A taxa de inscrição é de R$ 25 reais e a prova está prevista para 8 de junho.

Os interessados em concorrer a uma das vagas remanescentes devem realizar a inscrição na própria ETEC (Rua Marcelino Pinto Teixeira, 529, Parque Industrial), mediante a apresentação de certificado de conclusão dos módulos já estudados. Mais informações:  4778-1168 ou 4778-1178.
A segunda edição do Fórum Intersetorial Sobre Drogas e Direitos Humanos (FIDDH) de Embu das Artes será realizada no dia 24, das 13h30 às 15h30, no Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e Outras Drogas II (CAPs – AD), localizado na rua Siqueira Campos, 22, Centro Histórico. O encontro deste mês tem como tema central a apresentação dos equipamentos e os serviços prestados pela prefeitura, iniciando pelo CAPS AD.

O Fórum Intersetorial sobre Drogas e Direitos Humanos é um espaço de articulação, discussão e convergência. Abrange organizações, associações, instituições do poder público e privado, terceiro setor, usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e quaisquer outras pessoas que atendam, acolham, acompanhem, executem projetos e programas para usuários de drogas e para seus familiares.

No encontro, profissionais do setor, pessoas com dependência química e o público interessado debatem sobre o uso de drogas na perspectiva dos direitos humanos. Também tem a proposta de fortalecer o trabalho em rede no atendimento a essa população-alvo e quem dele necessitar. Atua em redes intersetoriais, fortalecendo o diálogo entre os públicos-alvo das instituições e grupos participantes, serviços e a população em geral, segundo a equipe de articulação do fórum. 

PRIMEIRO ENCONTRO

No primeiro encontro, em 20/3, Carolina dos Santos Cruz Pacheco, supervisora de campo do consultório de rua do CAPs e que faz parte da articulação do fórum, falou da questão das drogas e sugeriu outros temas para discussão, como a “conscientização” e “medicalização”. Para ela e outros participantes, o fórum oferece oportunidade de capacitação contínua, educação permanente, orientação de todos os envolvidos direta ou indiretamente em um espaço democrático para o debate e também de formação.

“O trabalhador tem sido pouco protagonista e valorizar a horizontalidade é proposta do fórum.” Isso envolve, por parte de quem atua no setor, conhecer os serviços, ter olhar ampliado para a questão da droga, estar atento aos direitos humanos e submeter-se à educação permanente. O beneficiado Manuel Ferreira, que passa por recuperação desde 2011, participou do primeiro fórum e reconheceu, na ocasião, a importância desse trabalho para a redução de danos da dependência química.

O 1º Fórum deu prioridade à “formação e trocas permanentes tanto dos profissionais quanto dos usuários”. A iniciativa desse evento surgiu em São Paulo, com a proposta de fortalecer a rede de atendimento. Pensar as questões locais, seus pontos frágeis e buscar soluções mais efetivas são a principal proposta. Mas, até a instalação do fórum em Embu das Artes, foram considerados os relatos dos envolvidos, chegando a seguintes proposições e deliberações:

- O que falta para a efetividade do trabalho com as famílias?

- Por que não ocorre adesão ao tratamento? O que é adesão? 

- A necessidade do respeito ao anonimato (como fazer isso na rede?);

- Alguns usuários não se identificam com os demais usuários;

- Importância de encontrar e respeitar a singularidade da pessoa atendida, na busca por respostas;

- Ajudar as famílias a entenderem a própria demanda;

- Ajudar as famílias a reconhecerem ganhos, vitórias e conquistas;

- A questão da “urgência”, presente nos usuários, está em todos nós, enquanto condição humana;

- Necessidade de ouvir (“Às vezes o que eu tenho não é o que ele quer, e o que ele quer eu não tenho.”).

No mês de maio, como combinado, o fórum volta a ser promovido toda terceira quinta-feira do mês. O local do próximo encontro pode mudar, já que a proposta é que em Embu das Artes o fórum se torne itinerante. No primeiro encontro também foi proposto tema para o próximo fórum: família do dependente químico. E dele participaram profissionais do CAPs, Centro POP (População em Situação de Rua), CREAS, Núcleo de Violência, Centro da Juventude, Secretarias municipais de Saúde, Esporte, Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional, Conviver, equipe de Redução de Danos e dependentes químicos. 

19/04/2018

Moradores comemoram reforma de Praça em Taboão da Serra

Os moradores do Jardim Beatriz, em Taboão da Serra, estão comemorando a reforma e instalação de...

18/04/2018

Fórum São Paulo premiou Promotores do Desenvolvimento eleitos em votação direta

Com a presença de várias autoridades e homenageados, o Fórum São Paulo e o Grupo Organizado de...

12/04/2018

Adolescente de Taboão está desaparecido e família pede ajuda para encontrá-lo

O estudante Luiz Gustavo de Oliveira Vieira, de 14 anos, está desaparecido desde a segunda-feira...

12/04/2018

Moradores reclamam de barulho e música alta em bairro de Taboão

Há cerca de um ano, os moradores do bairro Jacarandá, em Taboão da Serra, vem sofrendo com o...

05/04/2018

Governo de São Paulo vai contratar 800 escrivães e 600 investigadores

As inscrições para o concurso que vai selecionar 800 escrivães e 600 investigadores começam às...

05/04/2018

OAB Taboão lança 3ª edição de revista impressa nesta quinta (5)

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção Taboão da Serra, lança nesta quinta-feira (05) a...

04/04/2018

Concurso do TRT da 2ª Região vai oferecer vagas em Taboão, Embu e Itapecerica

O Tribunal Regional da 2ª Região, São Paulo, vai abrir novo concurso público autorizado para o...

04/04/2018

Procon de Itapecerica da Serra divulga os números do Mês do Consumidor

O Procon de Itapecerica da Serra informa que efetuou 3751 atendimentos durante as ações...

31/03/2018

Embu lidera ranking de estupros e Taboão sai na frente nos casos de roubo

Dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) mostram que a cidade...

25/03/2018

 Moradores de Itapecerica pedem justiça para adolescente de 14 anos assassinada

Em clima de absoluta comoção familiares, amigos,vizinhos e colegas de escola da adolescente de...

24/04/2018

Cresce a participação dos homens nas tarefas domésticas, diz IBGE

Os cuidados com a casa e a distribuição de afazeres domésticos continuam desiguais no Brasil....

24/04/2018

Governo de SP quer vacinar 10,7 milhões de pessoas contra a gripe

O governador Márcio França participou, nesta segunda-feira (23), da abertura da campanha...

24/04/2018

Maioria dos brasileiros até 14 anos vivem em situação de pobreza

Mais de 40% de crianças e adolescentes de até 14 anos vivem em situação domiciliar de pobreza no...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.