Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Saúde

Prefeitura de Taboão intensifica ações no combate à dengue

Por Prefeitura Municipal de Taboão da Serra | 4/04/2014

dentrodengue

Comunicação PrefeituraAções da Zoonoses no combate a Dengue são primordiais para evitar a proliferação do mosquito 

A prefeitura de Taboão da Serra está intensificando as ações no combate à dengue, no município. De acordo com a Secretaria de Saúde, desde o começo do ano, 16 casos da doença foram confirmados, sendo 13 autóctones (da própria região) e 03 importados. 

Embora ocorra esse aumento nos dados, o caso não pode ser classificado como situação de surto até o momento, pois os números estão muito abaixo do esperado para o período. Segundo o Ministério da Saúde, para a caracterização de surto em nosso município, seriam necessários 250 casos confirmados.

Devido à sua pequena dimensão geográfica e deslocamento diário de munícipes para diferentes cidades da região metropolitana, associado ao deslocamento para outros estados, Taboão da Serra recebe casos importados dispersos por todo o seu território. Neste ano o aumento de casos foi concentrado nos bairros da Clementino, Laguna e Parque Pinheiros. Outros casos estão sendo investigados nos demais bairros. 

A dengue é uma doença silenciosa em que as larvas dos mosquitos aguardam ocasião propícia para iniciarem suas atividades. A Prefeitura tem feito diversas ações de orientação, aplicação de larvicidas, busca de casos e monitoramento de doentes.  

Sabe-se, no entanto, que cerca de 80% dos criadouros de mosquito está no quintal das casas, escondido em pneus, garrafas, entulho, vasos de plantas, diversos recipientes e outros. Há necessidade, portanto, da adesão de todos no combate ao mosquito e, consequentemente, à dengue.

A Vigilância Epidemiológica disponibilizou um número de telefone (4788- 5623) para que a população esclareça suas dúvidas ou façam denúncias de locais propícios para a infestação do mosquito e de casos suspeitos da doença. 

Entre os principais sintomas da dengue estão febre alta com início súbito, forte dor de cabeça, dor atrás dos olhos, perda do paladar e apetite, manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, náuseas e vômitos, tonturas, extremo cansaço, moleza e dor no corpo e muitas dores nos ossos e articulações.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.