Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Câmara de Taboão tem sessão confusa e marcada por embates políticos

Por Sandra Pereira | 26/03/2014

25mar14__1086

Eduardo Toledo - Assessoria de ImprensaO discorrer confuso da sessão teve desde bate-boca, discussão sobre “fofoca de Facebook”, indiretas ao governo, alerta sobre puxa-saco e candinhas

A eleição da mesa diretora da Câmara de Taboão da Serra só vai acontecer na última sessão de dezembro mas há tempos dita as regras no Legislativo da cidade. No melhor estilo bate e assopra o presidente da Câmara, Eduardo Nóbrega, deu  tom do quanto a eleição é importante durante a sessão desta terça-feira, 25.O discorrer confuso da sessão teve desde bate-boca, discussão sobre “fofoca de Facebook”, indiretas ao governo, alerta sobre puxa-saco e candinhas e mais um capítulo da guerra velada que travam os agentes do Legislativo Local na busca pelos votos necessários para vencer a longínqua  eleição da mesa diretora.

Num discurso o presidente atacou pessoas ligadas ao governo a quem chamou de “candinhas e puxa sacos com altos salários”, mas sem declinar nomes. Nóbrega disse que os puxa- sacos não ajudam a administração a fazer um bom governo. Depois se reafirmou governo, contou que é amigo pessoal do prefeito, se colocou como interlocutor entre a administração e os ativistas retirados da porta do parque das Hortênsias e não poupou críticas ao comandante da GCM, Leonel Vieira, a quem taxou de “xerife”, cobrou explicações da sua postura e alertou que o mesmo não está acima da lei. De acordo, com o presidente a relação está próxima se acertar o que só não ocorreu porque o prefeito estaria recebendo informações erradas contra os ativistas.

N’outra fala de tribuna o presidente rasgou elogios a um projeto da vereadora Luzia Aprígio a quem fez questão de elogiar e destacar a lealdade dela ao governo. A fala do presidente deixou clara a tentativa do grupo que ele representa de conquistar o voto da vereadora Luzia Aprígio na eleição da mesa. Luzia Aprígio não está no grupo natural, o que foi eleito junto com o prefeito Fernando Fernandes, que o presidente faz questão de lembrar em suas falas. Como os vereadores do grupo que ela íntegra também se esmeraram em elogiar seu projeto resta saber para onde ela vai.

“O PSB da dona Luzia esteve sempre ao lado do prefeito Fernando Fernandes e sempre ajudou o governo nas votações importantes. Sei separar o PSB da dona Luzia do PSB do ex-prefeito Evilásio Farias”, disparou.

Sempre muito discreta nas sessões a vereadora Luzia Aprígio passou mais de uma hora sendo elogiada pelo projeto de sua autoria, que prevê publicidade nos pontos de ônibus do município.

Também na sessão desta terça a polêmica em torno do Parque das Hortênsias explodiu na Câmara. Usando a tribuna popular a moradora Neusa Kuraoka se reportou a um post que fez no Facebook no qual afirmou que o vereador Ronaldo Onishi teria ido ao parque das Hortênsias num domingo e ao ser abordado pelos ativistas voltou para o seu veículo e foi embora. Na tribuna popular ela disse ter presenciado o fato e reclamou que o vereador negou ter estado no parque de tribuna e não no Facebook, onde o assunto surgiu. 

“Fofoca do Facebook tem que ser tratada no Facebook e não nessa tribuna. Moro em Taboão há 37 anos e todos me conhecem. Não sou mentirosa. O Parque das Hortênsias é hoje a pedra no sapato no prefeito Fernando Fernandes”, salientou.

O vereador Ronaldo Onishi rechaçou com veemência a fala da moradora. Disse se tratar de uma informação inverídica e atestou que não esteve no parque no dia citado. Afirmou ser politicamente contra o pedido de fechamento do zoológico municipal e argumentou que irá defender constantemente o parque das Hortênsias e seu zoo. 

“A cidade foi enxovalhada de afirmações mentirosas. Mas não vou recuar na defesa do parque. É isso que quer a nossa população. Esse parque faz parte da nossa história é patrimônio da cidade”. 

No meio da polêmica sobre o assunto o vereador professor Moreira defendeu o uso da tribuna popular pela moradora e chegou a dizer que seria necessário abrir uma Comissão Especial de Investigação (CEI) para apurar as denúncias contra o Parque das Hortênsias. 

O presidente da Câmara, Eduardo Nóbrega, contou que se reuniu com o grupo de ativistas e após receber relatório deles constatou que o governo está próximo de atender as reivindicações. Falta apenas conversar e acertar os pontos.   

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

10/10/2017

Parecer do relator de denúncia contra Temer deve ser lido nesta terça

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.