Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Perueiros podem “parar” Taboão

Por Sandra Pereira | 2/09/2009

pereuriros.jpg

Perueiros exibem cédulas de dinheiro para os vereadores

Taboão da Serra pode parar por causa da mobilização dos perueiros da cidade. A categoria se sente prejudicada com o projeto de Lei enviado à Câmara Municipal pela prefeitura da cidade. O projeto, basicamente, cria uma nova licitação direcionando o processo para pessoa jurídica. Os perueiros temem que por essa razão empresas de fora da cidade venham participara do certame, e, eles percam o espaço conquistado na cidade.


O temor deles se traduz numa capacidade de mobilização que surpreende. A falta de apoio da Câmara de Vereadores inflamou ainda mais a categoria, que segundo informações de bastidores já se mobiliza contra a medida.


Eles consideram que o novo modelo de licitação pode acabar de vez com as conquistas que obtiveram ao longo de 12 anos de atividade na cidade. Por isso, prometem não ceder. “A gente não vai entregar tanto tempo de dedicação ao sistema”, resumiu um dos perueiros presentes no protesto da Câmara.
A sessão foi uma das mais tensas já realizada no plenário da casa. Quem estava lá tinha a nítida impressão de a massa de perueiros estava prestes a explodir a qualquer momento.


Do lado de fora da Câmara o clima não era diferente. Quatro viaturas da Polícia Militar, duas do Garra e outras da Guarda Civil Municipal ficaram de prontidão até quase 23 horas. Os policiais só deixaram o local depois que os vereadores foram embora. A multidão de perueiros demorou a se dispersar.
Ainda na saída dos vereadores eles tentavam argumentar para tentar conseguir o apoio deles contra o projeto de Lei. O desenrolar do processo foi adiado para sexta feira à tarde. Até lá, ninguém sabe o que poderá acontecer.


O coro entoado por eles de “queremos trabalhar” seguidos por gritos de “traidor” e “fora”, direcionados ao vereador Paulo Félix pode ficar ainda forte na sexta feira.


A sessão ordinária de terça feira, a 25ª da atual legislatura, já entrou na história da cidade. Além do arremesso de ovo, papel, copos e água contra o plenário, outro fato que chamou a atenção foi quando a categoria começou a exibir para os vereadores cédulas de dinheiro.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.