Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Em audiência pública vereadores e moradores do Embu criticam Sabesp e pedem melhorias

Por Ane Greice Passos | 14/03/2014

moradoresdentro

Ane Greice PassosMoradores de Embu das Artes participam de Audiência Pública com a Sabesp e pedem melhorias para a cidade

Vereadores, munícipes e convidados reuniram-se com a concessionária Sabesp na tarde desta quinta-feira, 13, na câmara municipal de Embu das Artes, para discutirem melhorias na rede de esgoto e abastecimento de água da cidade. A audiência pública contou com reclamações, críticas e esperança de melhorias. Um dos momentos mais marcantes da sessão foi quando o vereador João Leite, repreendeu o responsável da Sabesp por estar usando o celular e não prestar atenção nos questionamentos apresentados.

O presidente da câmara Doda Pinheiro, iniciou a audiência agradecendo a presença dos munícipes e mostrando imagens do esgoto em alguns pontos da cidade. Também foi transmitido um vídeo das enchentes.

Doda falou sobre a falta de planejamento da Sabesp e questionou quantos anos que o estado não constrói um reservatório, resolvendo assim os problemas com o racionamento. O presidente da câmara também criticou o serviço prestado pela empresa Construtami, contratada pela distribuidora para o recapeamento das ruas.

“Quem fiscaliza a Construtami? Porque eu tenho que dizer que é uma porcaria. Eles fazem reforma no asfalto e depois de 4 dias já está quebrado novamente”, disse.

Outros vereadores também reclamaram da empresa que presta serviços para a Sabesp. De acordo com os parlamentares o trabalho de recapeamento é ruim e o material sem qualidade. 

O vereador Ney Santos falou indignado sobre a situação da cidade. Ele chegou a comentar sobre os estragos que a Sabesp faz no asfalto, mas a sua maior crítica foi para o esgoto ao céu aberto em muitos pontos da cidade. 

“Eu e o meu colega Jabá, estávamos em um restaurante almoçando e o esgoto, da rua em frente, corria a céu aberto. Não está dando para morar nesta cidade por causa da Sabesp. Nós queremos uma posição e solução para o caso”, disse.

Jabá do Depósito fez um discurso revelando fatos tristes do bairro onde reside. De acordo com o vereador toda vez que chove a água volta pelo cano do esgoto e as ruas ficam em estado crítico.

“Já alagou minha casa umas 5 vezes e por isso tive que trocar meus móveis. Toda vez tenho que comprar tudo de novo, estou com carnê das Casas Bahia pendurado”, disse o vereador que já viu muitos dos seus vizinhos jogarem televisores, geladeiras e outros eletrodomésticos fora.

Os alagamentos são constantes em bairros do Embu, Jabá contou que já acordou com a água quase encobrindo a sua cama.

“Em um final de ano eu estava dormindo e quando acordei tinha um rato esquiando no meu chinelo. Podia ter acontecido algo com meus filhos”, contou o vereador de forma irreverente, mas, ainda assim, destacando a seriedade do caso. 

De todas as reclamações e pedidos de solução realizadas, a do vereador João Leite foi a mais enfática. Enquanto ele falava sobre os problemas da cidade com a distribuidora de água, o Gerente de Departamento da Sabesp Cristóvão J. Silva mexeu por um momento no celular, causando indignação de João Leite, que pediu que o responsável prestasse atenção no assunto.

“Tudo tem um limite e acho que aqui ninguém está brincando. Eu estou muito preocupado com o trabalho de vocês. O esgoto tá entupido e volta para as casas”, disse indignado.

Moradores reclamam da Sabesp e se dizem abandonados


Após as palavras dos vereadores, foi aberto para que munícipes de Embu das Artes pudessem fazer seus apelos e falar sobre a situação atual com a Sabesp. As críticas foram semelhantes as já apresentadas pelos membros da Casa.

O jornalista Juninho Junior foi o primeiro morador a falar. Ele parabenizou a câmara pela iniciativa da audiência pública, porém sugeriu que da próxima vez fosse marcada para um sábado, a fim de atingir um número maior de munícipes.

“Eu vejo que a um total sucateamento da Sabesp com a cidade. É fundamental cobrarmos a distribuidora, mas a prefeitura é a responsável pela Sabesp e ela deve cobrar a empresa que arruma o asfalto”, disse o morador que também atribuiu aos vereadores a função de fiscalizar o poder público.

Outros munícipes reclamaram e pediram soluções. A maioria das críticas foram do esgoto e falta d’água na região. Gerson do Parque Pirajuçara, relatou que o esgoto do seu bairro corre a céu aberto, há mais de 30 anos.

“Eu tenho vergonha de receber alguém em casa por causa do cheiro. Nós reclamamos para a Sabesp, a prefeitura e ninguém resolve. Estamos pagando imposto para passar o esgoto em frente das nossas casas”, falou.

Após encerrada a participação dos munícipes, o presidente Doda Pinheiro abriu para explicações e apresentações da Sabesp.


Sabesp: soluções e projetos

Funcionários da Sabesp começaram a apresentação com slides e explicações sobre o trabalho e os projetos da região. Entre eles estão a construção de um reservatório e a rede de esgoto para o bairro Santo Eduardo.

Dirlene Palma, falou sobre os dois projetos de melhoria para a cidade. Será construída uma travessia da BR, que ajudará o abastecimento da região, tendo previsão para início dos trabalhos neste mês (março). Também existe a obra de um reservatório que beneficiará a região e será realizado até 2015.

Sobre os questionamentos de atendimento da Sabesp, Dirlene afirmou que têm acesso a todos os problemas da região e acompanha os casos. “Nós ficamos locados em Itapecerica e temos uma sala de controle. Assim monitoramos e conseguimos verificar todos os problemas”, afirmou.

Após finalizadas as apresentações e prestação de contas, o discurso mais aguardado da audiência foi realizado. O gerente de departamento Cristóvão Silva, falou sobre os projetos e prazos da Sabesp e sobre a empresa Construtami.

“Todos esses casos que vocês me apresentaram eu quero um relatório que será enviado e analisado. Sobre essa empresa de recapeamento, nós vamos penalizá-la sobre a falta de prestação de serviços”, afirmou.

O representante da Sabesp na região afirmou que o município tem um trabalho muito bem encaminhado e que as reclamações são todos acompanhadas. “Os problemas que estamos passando neste verão são pontuais, em alguns bairros dentro do município, e nós temos o mapeamento muito bem estruturado”, ressaltou.

Sobre a realização de reparos de vias, o gerente da Sabesp afirmou que terá mudanças. A concessionária tem um projeto com as prefeituras de Embu das Artes e Itapecerica da Serra, para ao invés de contratar uma empresa terceirizada de asfalto, para realizar o conserto das ruas, pagar para o município corrigir as vias danificadas. Melhorando assim a qualidade do trabalho.

“Nós temos um pacote de obras para sanar os problemas do município de Embu das Artes nos próximos 20 anos”, finalizou Cristóvão.

A audiência pública teve duração de aproximadamente 2 horas e, mesmo sendo em um dia da semana, contou com a presença de um número significativo de munícipes. 

21/10/2017

Comissão de Segurança Pública debate uso de câmeras de vigilância em Taboão

A Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na última...

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

21/10/2017

Eduardo Nóbrega diz que ETEC será “divisor de águas” em Taboão

A expectativa com a inauguração da Escola Técnica (ETEC), ao lado da prefeitura vem aumentando a...

21/10/2017

Comissão de Segurança Pública debate uso de câmeras de vigilância em Taboão

A Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na última...

21/10/2017

Secretaria de Cultura apoia o aniversário da Comunidade Filosofia de Quintal

Pelo terceiro ano consecutivo a Secretaria de Cultura de Taboão da Serra apóia a realização do...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.