Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Após alagamentos, Taboão da Serra teve dois protestos de moradores revoltados

Por Sandra Pereira | 4/03/2014

protesto1

Jornal na NetPrimeiro protesto ocorreu na Laurita próximo ao cemitério

Moradores revoltados com a inundação de suas casas fizeram protestos em dois pontos de Taboão da Serra no começo da noite desta terça-feira, 4. O primeiro protesto aconteceu na Avenida Laurita Ortega Mari, nas imediações do cemitério da Saudade. Os moradores queimaram móveis velhos e fecharam a via por algumas horas. Na avenida Cid Nelson Jordano, onde várias casas foram invadidas pela água, a população se mobilizou na altura da rua Vicente Leporace. 

O protesto pacífico dos moradores da Cid Nelson Jordano foi para cobrar das autoridades a limpeza dos bueiros que estaria causando enchentes no local. 

Os moradores dizem que o escoamento da água da chuva é demorado e acaba causando inundações na avenida. Eles revelam que basta chover mais forte para o problema ocorrer.  

“Nem sempre é o córrego que transborda. Na maioria das vezes alaga toda a rua e córrego mesmo cheio nem chega a transbordar”, afirmou o proprietário de uma das casas alagadas. 

Segundo ele as paredes das casas mais baixas registram a altura em que a água chega durante os alagamentos.

Em ambos os protestos o objetivo dos moradores foi chamar a atenção das autoridades locais para os alagamentos. A Polícia Militar e a Guarda Civil Municipal acompanharam os dois protestos. Os reflexos de ambos no trânsito foi imediato. Quem utilizou o transporte público precisou de paciência para chegar ao seu destino. Em muitos casos os moradores desceram dos coletivos e seguiram seus destinos a pé. 


Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.