Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Liminar que derrubou Estatuto do Magistério impede aumento do piso dos professores em Taboão

Por Sandra Pereira | 8/06/2010

camara_5.jpg

Votação do Estatuto do Magistério lotou a Câmara Municipal de Taboão

A liminar obtida pelo Sindicato dos funcionários públicos de Taboão da Serra junto a 2º Vara Civil anulando a Aprovação do Estatuto do Magistério, aprovado há pouco mais de 15 dias pela Câmara Municipal, impede que os professores formados em pedagogia recebam o piso salarial de R$ 1.365,00. O piso constava na tabela de vencimentos aprovada junto com o Estatuto e caiu junto com a liminar. Além do aumento do piso outros avanços conquistados pela categoria não poderão ser concretizados imediatamente por conta do impasse jurídico.

Na prática, pra perceber atualmente R$ 1.365,00 de salário o professor teria que ter uma série de benefícios acumulados. No novo estatuto esse valor seria o salário inicial. Atualmente, o salário médio dos professores da cidade gira entre R$ 700,00 e R$ 900,00.

Além disso, os professores teriam direito a dois tipos de progressão denominada de horizontal e vertical. Uma delas em função dos cursos de qualificação e a outra seguindo o critério de presença e produtividade.

Com a anulação da votação do novo estatuto passou a vigorar  o anterior, considerado retrogrado pela categoria e repleto de vetos. O departamento Jurídico da prefeitura de Taboão tenta derrubar a liminar para garantir o aumento do piso na cidade.

A polêmica em torno do Estatuto do Magistério é tão grande que divide a categoria. A Comissão de professores da rede municipal eleita para discutir e elaborar o documento em conjunto com a prefeitura e os vereadores da Comissão de Educação da Câmara se disse satisfeita com o novo documento. “Não conquistamos 100% mas avançamos muito em relação ao estatuto anterior”, afirmou uma professora membro da Comissão.

Ela contou que durante toda a semana anterior a votação a comissão trabalhou duro na elaboração do documento. O presidente da Comissão de Educação da Câmara, vereador Cido da Yafarma confirma que a comissão eleita pelos professores participou ativamente da discussão sobre o novo estatuto da categoria.

Ele disse ainda que chamou uma audiência pública para discutir o estatuto junto com os professores, e, que a audiência aconteceu no sábado anterior a votação e contou com a participação de vários professores.

“O documento inicial que recebemos tinha vários problemas que conseguimos reverter junto com a categoria. O resultado final foi um estatuto equilibrado, com vantagens visíveis como a progressão salarial e o plano de cargos e carreiras”, garantiu, acrescentando que só não participou da audiência os professores que não puderam ou não quiseram.

Um dos pontos considerados polêmicos por vários professores é o critério de pontuação das faltas, a partir o qual os professores teriam que justificar todas as faltas com atestado ou qualquer documento que comprove a ausência justificada. Enquanto os professores reclamam dessa medida os pais de alunos consideram ela necessária.

jota silva

o estatuto está cheio de erros. Na reunião que ocorreu no sábado antes de ser votado, o vereador Wagner foi alertado dos erros por professores que leram com atenção o estatuto...Porém nada foi mudado....O estatuto tira direitos dos professores e não acrescenta mais nada...Beneficia os livres nomeados e justifica contratações sem concurso. Acaba com as faltas abonadas, com a LIcença Prêmio e impede que o professor tenha evolução salarial compatível (pois ela dependerá de uma Comissão formada por pessoas ligadas aos políticos e só depois de 3 anos de atuação do profissional)... Gastaram milhares de reais para fazer um Estatuto que ao invés de beneficiar, só prejudica...

ELLEN

Sou professora da rede e tenho ciencia de que o tempo todo fomos representados por uma comissão de professores que trabalharam duro na elaboração do novo estatuto. Também devemos considerar que por várias vezes respondemos questionárioos que pediam o registro das nossas reivindicações. estes foram enviados a nossa secretaria de educação.Cabe lembrar que não somos a maioria no sindicato, que a muito tempo deixou de nos representar com verdade.

Daniely

Bom, daí ficamos dividos. Como alunos queremos sempre o melhor para os nossos professores, assim como queremos um ensino qualificado, que nos sirva beneficamente. Alguns dizem que o este "projeto" quer tirar alguns 'beneficios' dos professores que já atuam nesta área a bastante tempo, outros que irá beneficiar os novos professores. Então eu, peculiarmente não sei que lado ficar, pois tem muitas coisas obscuras ainda. Fica aqui minha indagação e tbm minha compreensão, que se for de fato para a melhoria do sálario desses mestres, enfim o ensino de maneira geral que seja vigorada , se não, que seja extraída. Daniely

19/04/2017

Estado diz que muro do Ruy Cardoso vai custar R$ 349 mil, mas não fixa prazo

A Secretaria Estadual de Educação informou por meio de nota enviada reportagem do Jornal Na Net,...

17/04/2017

Alunas do Lado a Lado aprendem sobre história da moda

As alunas dos cursos de Corte e Costura, Malharia e Moletom e Lingerie da Escola de Moda, Beleza...

17/04/2017

Muro da E.E. Ruy Cardoso, em Taboão, está caído há quase um ano

Há quase um ano a chuva derrubou parte do muro da escola estadual Antônio Ruy Cardoso,...

13/04/2017

Embu inicia entrega de kits escolares para alunos da rede municipal dia 18

A partir do dia 18 de abril, a Prefeitura de Embu das Artes, por meio da Secretaria de Educação,...

09/04/2017

Uniformes escolares começam a ser entregues em Taboão

A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra, iniciou na quinta-feira, 30...

05/04/2017

ETEC de Embu faz concurso para contratar professores; remuneração será R$ 17,15

A Escola Técnica Estadual de Embu das Artes (ETEC) abriu Concurso Público no último dia 3 de...

29/03/2017

Merendeiros de Taboão participam de palestra motivacional

A Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia de Taboão da Serra promoveu neste mês de março um...

29/03/2017

Secretaria de Educação promove ação dedicada ao consumo de peixe na alimentação

O Departamento de Merenda Escolar realizou, na Escola Municipal Orquídea, nos dias 22, 23 e 24,...

26/03/2017

Deputada Analice Fernandes visita o Lado a Lado Saporito

A deputada estadual Analice Fernandes participou de uma entrega de secadores profissionais da...

26/04/2017

Vereadora Priscila Sampaio fará pedágio contra o jogo Baleia Azul em Taboão

Preocupada com a disseminação do trágico jogo virtual baleia azul, que já levou vários...

26/04/2017

Vereadores de Taboão aprovam regulamentação do uso da sede da Câmara Municipal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram por unanimidade na sessão desta terça-feira, 25,...

26/04/2017

Homens são presos em flagrante por furto em estabelecimento comercial em Taboão

Policiais da RP conseguiram prender em flagrante dois homens que estavam furtando objetos de um...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.