Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Embu terá 5 mil moradias em parceria com os governos estadual e federal

Por Sandra Pereira | 16/02/2014

visita

Sandra PereiraSílvio Torres, Chico Brito, Natinha, vereadores e lideranças da moradia visitam área da mata do  Roque Valente

Até 2016 Embu das Artes vai ser contemplada com a construção de 5 mil unidades habitacionais em parceria com os governos estadual e federal. A informação é do secretário Estadual de Habitação, Sílvio Torres. A quantidade de construções programadas atende os movimentos sociais e parte da demanda da prefeitura.  Serão entre 2 mil a 2.400 unidades na área conhecida como Fama, no Jardim São Luis, outras 1.200 unidades estão previstas para a área do Roque Valente, sem contar unidades as que já estão em construção em outros bairros.

Os números foram apresentados durante visita do secretário Sílvio Torres, ao município na sexta-feira, 14. Ele esteve junto com o prefeito Chico Brito, o vice-prefeito Natinha, secretários, vereadores e líderes dos movimentos de moradia nas áreas contempladas com projeto habitacional. Torres conversou com integrantes de movimentos de moradia e fez um balanço positivo da ação da prefeitura municipal na área. Veja fotos da visita aqui.

“Embu terá 5 mil unidades entre as que já estão sendo construídas e aquelas programadas. Da grande São Paulo a cidade será a que vai receber o maior investimento em moradia. Só municípios como Guarulhos e São Bernardo registram esses números. Embu entrou na lista das prioridades tanto pela necessidade quanto pela parceria produtiva com a prefeitura”, disse o Secretário de Habitação Sílvio Torres.  

O secretário explicou que no caso da mata do Roque Valente o primeiro desafio foi a liberação da área. Agora ele explica que o pré-projeto para o local deverá ser aprovado pelo Conselho Gestor da APA, criado recentemente. Para ele, até o final desse ano o projeto definitivo deve estar aprovado e tramitando. 

“Esse projeto aqui do Roque Valente se livrou das correntes e agora vai ser a realização do sonho de muita gente”, observou. 

Só no Roque Valente o investimento previsto na construção dos prédios é de R$ 150 milhões. O secretário disse que após a aprovação definitiva do projeto da área a construção tem prazo de  dois anos para ser finalizada. Explicou que a fiscalização das obras é feita pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil e a prefeitura. 

“A ideia é verticalizar dentro do que a lei permite. As unidades terão estrutura completa, elevadores, haverá a construção de escolas, creche, unidades de saúde, abertura de vias. Toda a estrutura necessária para atender bem os moradores”, antecipou.  

O prefeito Chico Brito disse que as famílias contempladas com as 5 mil unidades habitacionais já estão cadastradas pela administração. Disse que a escolha foi feita por meio de parceria entre a prefeitura e os movimentos de moradia que atuam no município. 

“Vamos garantir que quem vai morar aqui são as pessoas da nossa cidade e da nossa região. Esses projetos são para atender a demanda local. Nunca tivemos um momento da cidade com tantos empreendimentos. Isso demonstra que quando temos o interesse da população acima do partidário conseguimos reunir as três esferas do poder trabalhando pela população”, analisou o prefeito. 

Chico Brito disse que atualmente o município registra demanda de 8 moradias. Afirmou que com a construção das 5 mil unidades e levando em conta o crescimento populacional ele o vice-prefeito Natinha devem deixar o governo com uma demanda por moradia de 4 mil unidades. O número será um dos mais baixos do estado. 

“Parcerias assim são a longo prazo. Acredito que o município terá outros projetos habitacionais pra médio e longo prazo”, contou o secretário de Habitação. 

21/10/2017

Comissão de Segurança Pública debate uso de câmeras de vigilância em Taboão

A Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na última...

18/10/2017

Taboão teve sessão histórica para as mulheres e com aprovação de leis

O grito silencioso das mulheres vítimas de violência ecoou com força e fez da sessão desta...

17/10/2017

Reforma eleitoral abre espaço para propaganda paga em sites

A reforma eleitoral, aprovada no Congresso Nacional e sancionada recentemente pelo presidente...

15/10/2017

Ney Santos fará reforma no governo de Embu, João Ramos deixará prefeitura

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos (PRB) vai anunciar nos próximos dias uma reforma...

13/10/2017

Câmara Municipal aprova reajuste de abono para servidores

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram na última terça-feira, dia 10, por unanimidade, um...

11/10/2017

Convenção realizada no domingo elegeu novo diretório do PSDB de Itapecerica

O diretório municipal do PSDB de Itapecerica da Serra realizou, no último domingo (8 de...

11/10/2017

STF deve decidir hoje se Congresso pode rever medidas contra parlamentares

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (11) se parlamentares podem ser afastados do...

11/10/2017

Analice intercede por liberação de recursos para Embu das Artes

O prefeito de Embu das Artes, Ney Santos e a deputada estadual Analice Fernandes participaram de...

10/10/2017

Ney Santos lança Cartão Cidadão prometendo economia de recursos públicos

Anunciado como a maior ferramenta de gestão tecnológica de dados de toda a região, o Cartão...

21/10/2017

Eduardo Nóbrega diz que ETEC será “divisor de águas” em Taboão

A expectativa com a inauguração da Escola Técnica (ETEC), ao lado da prefeitura vem aumentando a...

21/10/2017

Comissão de Segurança Pública debate uso de câmeras de vigilância em Taboão

A Comissão de Segurança Pública da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizou na última...

21/10/2017

Secretaria de Cultura apoia o aniversário da Comunidade Filosofia de Quintal

Pelo terceiro ano consecutivo a Secretaria de Cultura de Taboão da Serra apóia a realização do...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.