Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Polícia

Assessoria Jurídica nega fechamento da Fênix Furação Show em Taboão

Por Sandra Pereira | 12/02/2014

fenix

Divulgação - Google MapsAdvogados garantem que casa Fênix Furação Show dispõe de toda a documentação regular para continuar funcionando no bairro do São Judas

Poucos minutos depois da operação conjunta feita pela Polícia Militar de Taboão da Serra e a Guarda Civil Municipal (GCM), no sábado, 8, a casa Fênix Furação Show, localizada no bairro do São Judas, em Taboão da Serra, voltou a funcionar normalmente. A assessoria jurídica da casa rebateu nesta quarta-feira, 12, as informações sobre a operação ocorrida no local. Garantiu que a Fênix Furação Show possui toda a documentação para funcionar e negou ter havido prisões dentro do espaço. Os defensores entraram em contato com a reportagem do Jornal na Net e refutaram várias informações repassadas pela PM e GCM após a operação – relembre aqui

A assessoria jurídica alega que o Boletim de Ocorrência de nº 1244/2014 atesta que a apreensão de drogas na casa teria se  restringido a 7 pinos de cocaína e duas trouxas de maconha. Para a assessoria houve abuso de poder por parte dos agentes públicos que comandaram a operação. 

“Ninguém foi preso na ocorrência. Nem ao menos os funcionários chegaram a ser ouvidos. Não havia ninguém na casa durante a operação já que todos os funcionários foram mandados para fora. Disseram que os funcionários têm diversas passagens pela polícia, mais se não foram sequer ouvidos na delegacia, como conseguiram tais informações, fantasiosas e pueris, somente com a intenção de prejudicar a casa”, traz parte do texto encaminhado pela assessoria Jurídica da Fênix Furação Show.

No mesmo texto a assessoria observa que a casa continua com suas atividades normais e acusa que funcionários e clientes do espaço supostamente teriam sido “vítima de abusos, pois a grande maioria dos que ali estavam tiveram seus carros danificados (pneus cortados), incidência de multas, agressões covardes, dentre outras suportadas pelos cidadãos que residem em periferia e infelizmente estão habituados”, diz o texto, ao mesmo tempo em que garante que já estão sendo tomadas “medidas judiciais cabíveis”.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.