Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Debate sobre enchente, falta de água e volta de Ney Santos marcaram sessão de Embu

Por Ane Greice Passos | 6/02/2014

neyfotodentrO

Ane Greice PassosPrimeira sessão de 2014 em Embu das Artes é marcada por retorno do vereador Ney Santos

O retorno dos vereadores de Embu das Artes nesta quarta-feira, 05, foi marcado por calmaria e comemoração dos munícipes presentes com a volta ao Legislativo do vereador Ney Santos. Assuntos como a enchente ocorrida no dia 22 de janeiro e a falta de fornecimento de água pela Sabesp, foram abordados na ordem do dia. A noite também contou com aprovação de leis e projetos de 2013 e 2014 e requerimentos urgentes encaminhados pelo prefeito Chico Brito. O deputado Osvaldo Vergílio esteve na Casa e usou a tribuna para saudar Ney Santos pelo retorno ao parlamento. Assim como ele vereadores de várias cidades, empresários e lideranças participaram da sessão da Câmara nesta quarta.

O prefeito enviou um requerimento para votação em caráter de urgência, referente ao programa Mais Médicos, que foi aprovado por todos vereadores.

A falta de água constante em Embu das Artes, que já motivou vários  protestos e reuniões, e as enchentes ocorridas no dia 22 de janeiro foram amplamente debatidas na noite. O vereador Edvanildo Ferreira (Jabá do Depósito) comentou sobre o desespero dos moradores e agradeceu as lideranças e munícipes que ajudaram na tragédia.

“Nós ajudamos pessoas que estavam sendo levadas pela água. Entramos no rio com o nível até pescoço para conseguir salvar crianças. Eu gostaria de agradecer quem ajudou”.

O vereador destacou o número de casas atingidas no bairro Jardim do Colégio, cerca de 23 famílias ficaram sem casa. “Sou morador desta cidade e se for preciso arregaçar as mangas vou arregaçar”, frisou.

Edvânio Mendes também comentou a ajuda de alguns vereadores e do prefeito de Embu das Artes na enchente. “Em nenhum momento os vereadores deixaram alguém desamparado. Tanto eles quanto o prefeito estão de parabéns”.

Em sua volta as sessões, Ney Santos comentou sobre o processo de cassação e a esperança que após essa tragédia, envolvendo os alagamentos, todos os vereadores e o prefeito unam-se para ajudar a população de Embu.

“Vamos nos reunir para ajudar o povo. Meu desafio é para que todos ajudem a população”, pediu.

Ney Santos foi aplaudido de pé pelos moradores que vieram até a câmara prestigiar sua volta as sessões. Faixas, placas e dezenas de munícipes que votaram no vereador lotaram a Casa dos vereadores. 

Outro assunto muito comentado na noite foi a falta de fornecimento de água em Embu das Artes. Munícipes estão revoltados com a situação enfrentada junto a empresa Sabesp.

O presidente da câmara Sandoval Soares (Doda), criticou o governo estadual e a Sabesp devido à falta de providências sobre o problema.

“Foi feita uma propaganda da Sabesp para economizar água, para assim ter desconto. Como vamos economizar aquilo que não temos? Não existe fornecimento de água adequado no Embu”, ressaltou o presidente.

Doda aproveitou a fala para criticar a ação da Policia Militar no dia pós enchente na cidade. “Venho falar sobre a minha indignação com a PM que recebeu os moradores do Jardim Colégio com balas de borracha”.

O deputado Osvaldo Verginio compareceu na sessão em apoio a Ney Santos e aproveitou a oportunidade para falar sobre as fortes chuvas na região e as perdas dos moradores.

“Nós estamos sofrendo um momento muito difícil devido as chuvas. Com isso os bairros de vocês que foram atingidos serão ajudados. Esse é um direito, pois todos pagam impostos”, reforçou o deputado que aproveitou a oportunidade para parabenizar o retorno de Ney Santos.
Com um restante de noite tranquilo, a sessão terminou por volta das 21h30, sem atritos e interrupções. Também estiveram presentes na casa a vereadora Luíza Aprígio, José Aprígio, o presidente da sigla Solidariedade Paulinho e a vereadora de Taboão da Serra Erika da enfermagem.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.