Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Madrugada foi de muito trabalho em Taboão e Embu após enchente

Por Redação | 23/01/2014

aquiiii_1

Rafael RezendeA madrugada foi de muito trabalho e limpeza nas áreas atingidas pela enchente

A madrugada desta quinta-feira, 23, foi de muito trabalho para moradores das regiões atingidas pelas enchentes, funcionários da prefeitura e os integrantes Defesa Civil das cidades de Embu das Artes e Taboão da Serra, depois a forte chuva que caiu na região no fim da tarde desta quarta feira,22. A reportagem do Jornal na Net acompanhou durante toda a madrugada os trabalhos de limpeza das ruas e avenidas que foram atingidas pelo transbordamento de alguns córregos que cortam as duas cidades. Veja fotos aqui. Assista vídeo aqui.

Uma casa chegou a desabar parcialmente na Rua Nicolau Gentile, ninguém ficou ferido. Na Avenida Sideirópolis o córrego que corta o bairro transbordou e atingiu todas as casas do Jardim Sílvio Sampaio e Jardim Leme. Moradores revoltados acabaram colocando todos os móveis e objetos perdidos na enchente no meio da avenida o que ocasionou um grande amontoado de entulho. 

Durante a madrugada 12 carros foram encontrados destruídos dentro dos córregos. Os proprietários de vários deles não possuíam  seguro do veículo e estavam desolados. 

A Guarda Civil Municipal, Defesa Civil, integrantes da prefeitura e PM trabalharam durante toda a noite para acalmar os ânimos dos moradores que indignados atearam fogo e realizaram barricadas. 

Durante toda a madrugada, os vereadores, Joyce Silva, Carlinhos do Leme e Ronaldo Onishi estiveram prestando atendimento aos moradores. Arlete Silva secretária de assistência social do município de Taboão também auxiliou os agentes da Defesa Civil. A prefeitura de Taboão distribuiu colchões e kits de higiene e limpeza para os moradores, além de lanches.  

Já em Embu das Artes, a região de Pirajussara também sofreu com a forte chuva, na rua Alamo, casas e empresas foram invadidas pela enxurrada. Dezenas de moradores perderam tudo que tinham e realizaram protesto bloqueando a estrada Kizaemon Takeuti no limite entre Embu com Taboão. 

Na avenida Rotary houve confronto entre moradores e a PM, ninguém ficou ferido e também não houve presos. Os moradores reclamaram que a prefeitura de Embu não prestou nenhuma assistência às famílias  das regiões atingidas pela enchente e nem tão pouco a Defesa Civil apareceu para visitar as famílias vítimas das enchentes.

 Pelo Facebook dezenas de moradores das regiões atingidas relatam transtornos ao Jornal na 
Net
e cobram ajuda das autoridades. Quem desejar entrar em contato com a Defesa Civil de Taboão pode ligar para os telefone 4788-5400 ou 4788-4100.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.