Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cultura

Embu tem Exposição Mulher Negra – Cultura e Protagonismo

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 16/01/2014

dentromulhernegra

Prefeitura Embu das ArtesEmbu das Artes tem exposição itinerante mulher negra. 

A exposição itinerante Mulher Negra – Cultura e Protagonismo chegou a Embu das Artes e merece ser vista pela qualidade dos ensaios e proposta. Inicialmente, é apresentada no Centro Cultural Mestre Assis do Embu (largo 21 de Abril, 29, telefone 4781-4462), onde fica até 19/1, aberta diariamente, das 9h às 18h, para visitação. A partir do dia 20 de janeiro, a exposição terá temporada na Rodoviária Embu das Artes (avenida Elias Yazbek, 785, cruzamento com a avenida Jorge de Souza, telefone (11) 4241-8778). 


O projeto, segundo organizadores, é uma ação afirmativa, com o objetivo de valorizar o papel da mulher negra fazedora de cultura na sociedade, enquanto protagonista e não como coadjuvante. “A itinerância da exposição permite democratizar os bens culturais e tem como objetivo fortalecer a autoestima da população negra, em especial das meninas e mulheres negras, tendo como foco a mulher negra fazedora de cultura e protagonista.”


Na exposição, a mulher negra é referência e essa é uma das etapas do projeto. Para os organizadores da mostra, a mulher negra se enxerga, enquanto pertencente a uma descendência com características físicas peculiares, onde a mídia na grande maioria dos casos mostra meninas e jovens negras com padrão de beleza vigente. Portanto, o projeto tem o objetivo de desconstruir esse padrão e mostrar a beleza da mulher negra e a necessidade de conscientização de jovens e crianças quanto a sua negritude e seu valor social.


Promover a exposição buscando democratizar o acesso aos bens culturais; valorizar as comunidades tradicionais incentivando sua participação, valorizar e incluir grupos de cultura afro-brasileiros, com pouco espaço, em eventos públicos; quebrar paradigmas na abertura dos terreiros à população; desmistificar e promover troca de experiências socioculturais.


Participam da mostra, realizada com apoio do Governo da Cidade, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, com pesquisa e coordenação de Kátia Trindade, fotografias de Guilherme Griebler e curadoria de Celso Fonseca as seguintes mulheres:


Alessandra Rocha - yalorixá

Amanda Rocha - ekédi

Caçula Brito- artista popular

Carol Aniceto -cantora

Débora Marçal – bailarina|

Dilma de Melo Silva - professora

Jéssica Evangelista - bailarina

Karla Magalhães - coreógrafa

Lucia MaKena - bonequeira

Lucimeire Monteiro – arte-educadora

Maria Helena – Embaixatriz do Samba

Maria Trindade - cantora

Matilde Ribeiro - gestora

Nega Duda – cantora sambadeira

Raquel Trindade – folclorista e escritora

Rayane Ferraz - yalodé

Sonia Santos - ativista

Valéria Veloso - peruqueira

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.