Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Transporte e Trânsito

Moradores de Itapecerica reclamam da superlotação dos ônibus

Por Ane Greice Passos | 8/01/2014

materiaonibusdentro

imagens googlePrincipal reclamação de quem utiliza o transporte público e a superlotação dos ônibus.

Superlotação no transporte público é a queixa mais frequente entre moradores de Itapecerica da Serra. Quem anda de ônibus em horários de pico reclama de poucos veículos para um número excessivo de passageiros. Atendimento de motoristas, cobradores e fiscais também são alvos de reclamações dos usuários. 

Melhorias no transporte público são um dos quesitos mais apontados em pesquisas pré-eleitorais e pós. No ano passado, 2013, o Brasil passou por várias manifestações, que pediam não só a diminuição do valor da passagem, mas investimento para a qualidade do serviço.


Em Itapecerica da Serra, esse é um tema recorrente nas ruas, pontos de ônibus e terminais. Quem depende de transporte público clama por qualidade e quantidade, principalmente em uma cidade pequena, que possui apenas uma empresa que presta esse tipo de serviço.

O Jornal na Net conversou com alguns munícipes, perguntando o que achavam sobre a qualidade do transporte. As respostas foram variadas, os entrevistados destacaram alguns pontos como positivos e outros negativos.

A estudante Sabrina Santos, 19, que utiliza o transporte para ir à faculdade e trabalho, fez uma comparação dos dois ônibus que utiliza em Itapecerica. Moradora do Jardim Sampaio, a jovem reclama das condições do veículo que tem como o destino e Capão Redondo e a falta de transporte no bairro, que depende apenas desta linha. 

Sabrina reclama da falta de educação dos motoristas e cobradores e a superlotação dos ônibus, principalmente no terminal localizado no Capão Redondo. “No geral eu acho que os ônibus de Itapecerica estão em bom estado de conservação e limpeza o real problema é a má distribuição, da qual sou vítima”, disse a estudante de Administração.

A inspetora escolar Ana Paula Silva, 32 e a assistente de gerencia de hotel, Anna Carolina Pereira Paes, 26, concordam com a opinião de Sabrina. Para elas a limpeza e manutenção dos carros são satisfatórias, o grande problema é o número de veículos que não comportam a quantidade de usuários.

“O maior problema que sinto é a superlotação, precisa de um maior número de carros para atender as demandas”, afirmou Anna Carolina. 


Outros moradores reclamam dos mesmos pontos abordados pelos entrevistados. Os ônibus cheios e a falta de linhas em alguns bairros, como o Jardim Sampaio, são as queixas de quem depende de transporte público para trabalhar ou estudar.

A assistente de administração Tatiane Faria, 26, destaca ainda a conduta inapropriada de motoristas e cobradores, que destratam os passageiros e dirigem os ônibus de forma inapropriada.

“Infelizmente, a situação do transporte público é precária além da superlotação, que parece sem solução, sofremos com o descaso e desrespeito dos funcionários. Penso que é falha da administração da empresa. Desde a hora de contratar até a hora de delegar”, concluiu.

Itapecerica da Serra possui linhas que circulam a cidade e municípios próximos. Ela ainda transporta os moradores para bairros de São Paulo, como Pinheiros e Capão Redondo.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.