Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Dia-a-dia no acampamento em Taboão da Serra: integrantes do MTST contam com a solidariedade

Por | 1/06/2010

mtst_3.jpg

Conheça um pouco mais sobre a rotina dos MTST de Taboão da Serra

Solidariedade e ajuda mútua. É assim a vida de quem faz parte do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) que ocupa há mais de um mês um terreno de 85 mil metros quadrados no Jardim Helena, em Taboão da Serra.

A Reportagem do Jornal na Net com intuito de mostrar além do que já foi divulgado decidiu visitar o terreno, acompanhar e conhecer como é a rotina desses munícipes de Taboão e também de outras cidades, que não tem uma casa própria, que muitas vezes passa frio e que sonha em conquistar o “seu cantinho”.

Ao entrar no terreno a reportagem se deparou com a organização das casas e com pessoas humildes de bom coração. O primeiro a conceder entrevista foi o moço Andrei Renan Pires que saiu da casa de seus pais para casar, não deu certo e ele acabou sem moradia. “É tranquilo morar aqui, não sinto frio, tenho meu próprio cobertor e minhas roupas, mas quem tem mais ajuda o outro que tem menos, com alimentação, roupas”, ressaltou.

Segundo eles, cerca de cem crianças que participam do Projeto Ciranda que é desenvolvido pelo setor de educação do movimento, se reúnem três vezes por semana para brincar, desenhar, cantar. “Elas gostam muito e não ficam com fome, pois elas têm direito a três refeições por dia”, comentou.

Muitas crianças e jovens mesmo fazendo parte do movimento continuam estudando, outros pararam como é o caso das duas jovens N.P e T.B, por opção própria. Ambas moravam na rua, pois segundo elas ficaram sensibilizadas com os outros rapazes que não tinham casas. “Viemos morar no movimento após convite da Vanessa (uma das coordenadoras do MTST), pois estávamos hospedados nesse prédio abandonado em frente a esse terreno. Eles (participantes do movimento), nos ajudaram com cobertor, roupas, alimento e lona para colocar em cima da barraca onde moramos”, afirmaram.

Mesmo com a opção de escolha (morar na casa própria ou em barracas) essas jovens em primeiro lugar querem ajudar os amigos e depois possivelmente voltem para a casa de seus pais. T.B contou que às vezes vai visitar a sua mãe. “Sempre vou visitar minha mãe, não moro aqui, só venho às vezes para dar apoio aos meus amigos que ainda não tem a sua casa própria”, justificou.

Nenhuma das duas reclamou das condições em que vivem, muito pelo contrário, afinal elas ressaltaram que é como se estivessem em casa. “Me alimento a hora que quiser, pois aqui tem cozinha, lavo roupa tanto minha quanto dos meninos, ajudo nos afazeres, sempre limpamos a cozinha”, afirmaram as jovens uma com 18 e outra com 14 anos.

A jovem de 14 anos N.P salientou que também está na luta por uma casa própria. “Meu pai bebe muito e grita comigo, não gosto disso, já a minha mãe é surda muda, não avisei para ela para onde eu fui, qualquer dia apareço lá, em um dia que souber que meu pai não está em casa”, contou temerosa.

Vanessa de Souza uma das líderes do movimento contou a Reportagem que a vida no acampamento não é uma coisa fácil. “Muitos sofrem com o frio, mas depois de passar por tantas situações difíceis encontram no movimento a solidariedade. Se alguém está passando mal, o companheiro fica preocupado, um ajuda o outro”, afirmou.

Vanessa explicou que no terreno as ruas foram numeradas contabilizando 21. “Cada rua terá a sua cozinha e banheiro. Costumo a não chamar de rua e sim família 1, 2 e assim por diante”, contou emocionada.

Ela ainda ressaltou que quem possui uma casa própria não pode participar do movimento. “Para acampar precisa ou morar em casa de família que as vezes humilha aquela pessoa, aluguel e jovens que querem começar a vida. Nesta semana 11 jovens acamparam no prédio abandonado próximo ao terreno e pela manhã fui perguntar se eles gostariam de ficar dentro do movimento, eles aceitaram e agora estão aqui, ofereci a oportunidade. Eu penso, se eles não estivessem aqui, o que poderiam fazer sozinhos na rua”, contou.

Vanessa afirmou que a luta continua. “Não temos certeza do que irá acontecer. Sempre que possível vamos procurar vereadores, ir a prefeitura para conseguir uma moradia digna para todos os integrantes do movimento”, contou.

O nome das jovens foi mantido em sigilo para preservar a privacidade de cada uma.

20/10/2017

Priscila Sampaio promove 4ª Caminhada contra o Câncer de Mama neste sábado, 21

A vereadora Priscila Sampaio, (PRB), realiza neste sábado, 21, a 4ª Caminhada contra o Câncer de...

19/10/2017

Polícia Militar abre concurso para formação de oficiais

A Polícia Militar do Estado de São Paulo abriu inscrições para a realização de concurso público...

18/10/2017

Aneel autoriza reajuste nas contas de luz de consumidores do DF, GO e SP

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou hoje (17) reajustes nas contas de luz...

17/10/2017

Caixa e BB antecipam em dois dias pagamento do PIS/Pasep a correntistas

Com dois dias de antecedência em relação ao calendário oficial, os correntistas da Caixa...

15/10/2017

Mulher atacada por ex com facão era separada há 6 anos e sofria ameaças

Durante seis anos Edeni Aparecida Rocha da Silva, 37 anos, viveu no inferno, mas somente ela e...

15/10/2017

Exame para certificar mais 1,5 milhão de jovens adultos tem nova data

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos será aplicado no dia 19...

15/10/2017

Rodoanel tem audiência para instalação de postos de combustíveis

No próximo dia 24 de outubro, a Agência de Transporte do Estado de São Paulo – Artesp...

14/10/2017

Horário de Verão começa neste domingo, adiante seu relógio em uma hora

Horário de Verão começa à 0h deste domingo (15), e os relógios deverão ser adiantados em uma...

11/10/2017

Unicef: a cada 10 minutos morre uma menina vítima de violência

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) lembrou, nesta quarta-feira (11), por ocasião...

22/10/2017

Polícia Militar abre concurso público para contratar 2.200 soldados em SP

A Polícia Militar contratará 2.200 novos soldados de 2ª classe para o reforço do patrulhamento...

22/10/2017

Prefeito Ney Santos anuncia corte de gastos com redução de secretarias

O prefeito Ney Santos na presença de mais de 400 pessoas anunciou o pacotão de corte de gastos...

22/10/2017

Comissão de Transportes vistoria e aprova os 20 ônibus 0km de Taboão

Os vereadores da Comissão de Transportes da Câmara Municipal de Taboão da Serra realizaram nesta...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.