Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Educação

Lousa digital a inclusão digital inteligente;quadro-negro, giz e apagador são coisas do passado

Por Outro autor | 31/05/2010

lousa_digital_1.jpg

Lousa digital inicia revolução na rede pública em Taboão da Serra

Bem parecida com uma lousa comum, ela é basicamente um monitor inteligente, fazendo com que a tela do computador seja projetada diretamente na lousa que graças a sua superfície sensível ao toque, podemos com o auxilio de uma caneta, manipular o computador convencional apenas movimentando e clicando em botões na caneta como se fosse o próprio mouse.

Sendo assim o professor passa a ter todo seu material didático de forma digital, ao invés de levar exercícios em papel, e ate mesmo ter que escrever ditado na lousa, essa tarefa é automatizada, levando em consideração que o professor preparou o conteúdo antes e o levou de forma digital, não importa o formato. Alem de dar ao professor a possibilidade de utilizar imagens, figuras e vídeos. Dessa forma o professor tem um ganho imenso de tempo, podendo assim planejar outras atividades e enriquecer as aulas e inibindo assim o uso de apagador e as apostilas impressas. Com isso a dispersão dos alunos em sala é quase nula.

Existem grandes dificuldades que encontramos nas aulas de informática, e uma delas é a dificuldade no nível de conhecimento e as habilidades dos alunos para as novas tecnologias. Muitas vezes esses alunos são da mesma classe social, freqüentam a mesma instituição de ensino, moram no mesmo bairro porem estão em níveis de aprendizagem tecnológicas diferentes. E devido essa diferença o conteúdo das aulas atrasam.

  Mas com a chegada da lousa digital o professor, consegue atender ambos os alunos, ou seja o tempo em sala de aula acaba sendo mais proveitoso. Os exercícios são feitos na tela, os alunos acompanham em tempo real, as aulas são gravadas com vídeo e áudio e é disponibilizada aos alunos por e-mail ou até mesmo em mídia CD ou DVD. Alem de prender a atenção dos alunos o professor dispõe de softwares auxiliares onde ele pode passar um vídeo, sem sair de perto da lousa de forma rápida e pratica, pausar um vídeo, grifar um texto, fazer anotações em cima do próprio vídeo, apagar rapidamente sem necessidade de apagador, pode desenhar e até mesmo controlar os demais computadores do laboratório sem sair de perto da lousa. Pode desligar todos os computadores, ligar, bloquear, ou ate mesmo exibir o conteúdo da lousa na tela de cada computador.

 Com essa inovação da tecnologia, pude relembrar das minhas professoras do primário, o qual usavam aquela lousa verde de giz,  quando tínhamos uma pesquisa a fazer tínhamos que ir a uma biblioteca, ao fazer atividades de grupo, as duplas não eram fixas mudavam sempre de acordo com a habilidade exigida pela tarefa proposta.

Hoje com uma visão mais ampliada, vejo que minhas professoras usavam uma pedagogia baseada no desempenho do grupo todo, e o acompanhamento daqueles que tinham mais dificuldades era mais complicado, pois as salas são muito cheias e com o auxilio da lousa digital, a atenção dos alunos é maior.

Longe de mim fazer apologia a lousa antiga, minha intenção como um apaixonado por tecnologia, é cada vez mais poder usufruir dela e compartilhar meu conhecimento com todos e tão pouco descartar a importância de capacitar os alunos em termos de nível de dificuldade a moda antiga, minha intenção é unir digamos que “ a antiga pedagogia” com a nova era da pedagogia.

 Eu já fui instrutor de informática, ministrando aulas de programação de sites e hardware,  e tiro como base as aulas que dava sem a lousa e faço acima uma breve alusão ao conceito de inovação tecnológica.

 Se o professor necessita de  uma imagem para complementar a aula , ele pode acessar a internet e mostrar para os alunos na hora. Se surge uma duvida, pode com o auxilio da internet, pesquisar em fonte segura e obter a resposta imediatamente ali mesmo na lousa, tudo de forma mágica, e essa forma mágica é a carta na manga é o que entretém os alunos do século XXI.

Os paradigmas da sala de aula estão mudando, essa tecnologia veio para enriquecer a aprendizagem,  pois hoje em dia podem perceber nas salas de aulas que os alunos andam muito hiperativos, cada vez menos interessados em aprender, e os professores por sua vez cada vez mais tendo que “rebolar” para prender a atenção dos alunos, sendo assim com essa magnífica tecnologia não haverá professor que não prenda a atenção de um aluno curioso disposto a aprender somente para ter acesso a lousa, resultando em mais interesse e participação dos alunos.  Nas apresentações que dei sobre a lousa, eu pude reparar que tanto crianças como adultos ficam com os olhos brilhando ao verem o seu funcionamento.

A intenção da implantação da lousa é de auxiliar os professores a darem uma aula mais dinâmica e interativa, com a vantagem dessa solução é possível proporcionar aos alunos uma maior profundidade na abordagem dos conteúdos aplicados e trazer tanto aos alunos como aos professores a inclusão digital, fazendo com que os professores percam um pouco o medo da tecnologia, que não é um bicho de sete cabeças.

Os professores serão  instruídos para aproveitar ao máximo os recursos que a lousa digital dispõe, desde o seu manuseio até aplicações voltada a parte pedagógica, dessa forma poderá inovar a sua aula, tornando-a mais atraente e produtiva, e esse grau de atração vai depender da criatividade de cada professor ao preparar suas aulas e o seu material didático voltado a lousa.

Eu particularmente desejo fazer ações pedagógicas de aperfeiçoamento das novas tecnologias esporadicamente, para manter os educadores atualizados.

Texto: Ricardo Iorio de Freitas

Escolaridade: Cursando Superior em sistemas da informação na Faculdade de informática e Administração Paulista ( FIAP ).

Atualmente trabalho na empresa Planeta Educação onde já estou a quase 3 anos, uma empresa tercerizada que presta serviços para a prefeitura, não só de Taboão da Serra mais também em diversos outros municípios, como São José dos Campos, Cubatão e etc..

Cargo: Analista de suporte técnico, HELP DESK.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.