Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Política

Vereadores aprovam projetos em última sessão do Embu das Artes

Por Ane Greice Passos | 12/12/2013

embufotodentro

Genildo RochaÚltima sessão de 2013 na Câmara dos vereadores do Embu das Artes

Na última sessão do ano legislativo da Câmara do Embu das Artes, nesta quarta-feira, 11, um carro de som do partido PSOL posicionou-se em frente à casa dos vereadores solicitando a investigação da máfia do asfalto e repasse de verba para creches conveniadas. A investigação não foi discutida na câmara e o restante da noite discorreu sem interrupções e protestos, sendo aprovados 17 projetos de lei apresentados.

Foi aprovada a resolução que trata de eliminação de benefícios a comissionados apontados como "irregulares" pelo Tribunal de Contas, em medida de economia do dinheiro público reservado constitucionalmente ao Legislativo - ainda abaixo do teto de 6% -, que será revertida em melhoria do serviço prestado ao munícipe. Essa resolução entra em vigor em janeiro de 2014 e ajudará nas economias da casa. 

O vereador Júlio Campanha apresentou o Projeto Olhar Brasil nas secretarias de Saúde e Educação municipal de Embu das Artes. O projeto tem o objetivo de identificar e corrigir problemas visuais, contribuindo assim com a redução da repetência e evasão escolar de alunos da rede pública e estadual. O Olhar Brasil vai dar acesso dos munícipes de Embu á consulta e óculos.

O prefeito autorizou o uso de áreas públicas no Jardim São Francisco e Jardim Santa Bárbara para construções. O Jardim Santa Bárbara terá o espaço reservado para a Ceca (Centro Educacional à Criança e Adolescente), com assistência da saúde e social.

O vereador Ney Santos, voltará aos trabalhos legislativos no dia 05 de fevereiro de 2014, dia de retorno da Câmara de Embu das Artes. Mas ele poderá reassumir o cargo antes. O processo de Ney, de acordo com o presidente Doda, o tribunal devolveu o processo para o município para que a peça seja revista e se necessário reenviada para o TSE.  

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.