Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Embu das Artes participa dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher

Por Prefeitura da Estância Turística de Embu das Artes | 21/11/2013

resized_350x262_banner_crm_interno_1

DivulgaçãoO Mapa da Violência 2013 revela que mulheres com idade entre 15 e 24 anos 

Pela primeira vez, o Centro de Referência da Mulher de Embu das Artes  (CRM) irá participar da Campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher, de 25/11 à 10/12. O período é composto por diversas datas referentes ao tema. O dia escolhido para a abertura, 25/11, marca o Dia Internacional da Não Violência Contra as Mulheres, data marcada pelo assassinato de três irmãs na República Dominicana em 1960.

Além da Secretaria de Assistência Social, Trabalho e Qualificação Profissional, os eventos contarão com a participação e colaboração das Secretarias de Educação, Saúde e Cultura com atividades extras. No dia que marca o início das atividades, haverá uma caminhada pelo fim da violência doméstica. No dia 2/12, palestra sobre o combate à AIDS e no dia 10/12 palestra sobre os Direitos Humanos e das Mulheres.

A Campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher foi lançada em 1991, com o objetivo de promover debates e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres e para lutar contra toda forma de preconceito, opressão e discriminação sofridos pela mulher. Mais tarde, a Organização das Nações Unidas reconhece o dia 25/11 e o incorpora em seu calendário, juntamente com outros dentro da causa. A Campanha se encerra em 10/12, Dia Internacional dos Direitos Humanos, data também instituída pela ONU em 1948, quando do lançamento da Declaração Universal dos Direitos Humanos como resposta à barbárie praticada pelo nazismo contra judeus, comunistas e ciganos e ainda às bombas atômicas lançadas pelos EUA sobre Hiroshima e Nagazaki, matando milhares de inocentes. Posteriormente, os artigos da Declaração fundamentaram inúmeros tratados e dispositivos voltados à proteção dos direitos fundamentais.

Segundo a coordenadora do CRM, Luciléa Portuense Lima, a data também é importante para lembrar que sem os direitos das mulheres, os direitos não são humanos. “A luta, atualmente, não consiste somente na conquista de direitos, mas na realização de ações para que estes aconteçam.”

Para se compreender a relevância do tema, a campanha é realizada simultaneamente em outros 130 países. No Brasil, a Campanha foi assumida pelo Movimento Feminista Brasileiro. Conquistou espaço na agenda brasileira e é coordenado, desde 2003, pela organização não-governamental Ação, Gênero, Cidadania e Desenvolvimento (Agende), com importantes ações de divulgação, mobilização e organização.

Mapa da violência

O Mapa da Violência 2013 revela que mulheres com idade entre 15 e 24 anos foram as principais vítimas de homicídio na última década. O estudo, realizado pelo sociólogo Julio Jacobo Waiselfisz, com o apoio da Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (FLACSO) e do Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos (CEBELA), aponta que, de 2001 a 2011, o índice de homicídios de mulheres aumentou 17,2%, com a morte de mais de 48 mil brasileiras nesse período. Só em 2011 mais de 4,5 mil mulheres foram assassinadas no país. Desse total, a taxa de mortes entre as mulheres jovens foi de 7,1 por grupo de 100 mil, enquanto na população não jovem, com idades abaixo de 15 e acima dos 24 anos, o índice foi de 4,1. Embu das Artes está fazendo levantamento dos números da violência no município.

Confira a programação:

Dia 25/11 – Caminhada das Mulheres para o Fim da Violência Doméstica Contra as Mulheres

Horário: 9h

Local: Concentração no Largo 21 de Abril

Dia 2/12 – Palestra: Desafios e conhecimentos para Combater a Aids

Horário: 9h

Local: Centro Cultural Mestre Assis de Embu, Largo 21 de Abril, 29 – Centro

Dia 10/12 - Palestra: Sem os direitos das Mulheres, os direitos não são humanos

Horário: 13h

Local: Centro Cultural Mestre Assis de Embu, Largo 21 de Abril, 29 – Centro

18/06/2018

Itapecerica é apontada como o 2º município mais violento do estado de São Paulo

A cidade de Itapecerica da Serra foi apontada como o segundo município mais violento do estado...

15/06/2018

Petrobras anuncia queda no preço da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) uma queda de 0,89% no preço da gasolina comercializada em suas...

15/06/2018

Etanol está quase mais caro, mesmo com produção maior

 

 

Alternativa mais barata à gasolina, o etanol também está pesando mais no bolso na hora de...

13/06/2018

Greve dos caminhoneiros custará R$ 15 bilhões para a economia

Os dez dias de greve dos caminhoneiros custarão R$ 15 bilhões para a economia, o equivalente a...

05/06/2018

Homicídios atingem 62,5 mil casos e têm maior nível em 10 anos no país

O índice de homicídios no Brasil em 2016 atingiu a marca de 30,3 para cada 100 mil habitantes,...

24/05/2018

Procon de Itapecerica multou posto acusado de vender combustíveis com preços abu

O Procon de Itapecerica da Serra multou o posto de gasolina que estava vendendo gasolina a R$...

24/05/2018

Em Taboão, Café Sensorial promove protagonismo de pessoas com deficiência

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), ligado à Secretaria de Assistência Social...

24/05/2018

Motoqueiros fizeram ato na Régis, no centro de Taboão em apoio ao protesto

Motoqueiros realizaram protesto no início da noite desta quinta-feira 24, contra o aumento no...

18/06/2018

TaboãoPrev presta contas durante audiência pública na Câmara Municipal

A autarquia municipal TaboãoPrev, responsável pelo fundo de pensão do funcionalismo público,...

18/06/2018

Câmara Municipal de Taboão aprova alteração da alíquota patronal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram, durante a sessão do último dia 12, um projeto de lei...

18/06/2018

PM prende homem com três armas de fogo após ele disparar tiros em Taboão

A Polícia Militar prendeu em flagrante, na rua Santa Luzia, em Taboão da Serra, um homem com uma...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.