Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

MTST protesta nas ruas centrais de Taboão da Serra

Por Anderson Dias | 19/11/2013

aaaa600

Anderson DiasPoupulação cobra explicações do Prefeito Fernando Fernandes com protesto

O movimento MTST, protestou na tarde desta terça-feira (19), na Praça Nicola Vivilechio, centro de Taboão da Serra. O grupo reuniu cerca de 1 mil pessoas, que seguiram pelas ruas do Taboão, passando por um trecho da BR, na altura do KM 270, até a prefeitura da cidade. O protesto foi liderado pelo ex-vereador Paulo Félix (PMDB), que organizou toda a parada. Houve até um grito direcionado ao prefeito Fernando Fernandes, “O povo na rua, prefeito a culpa é sua”.

A passeata paralisou a saída da Avenida Doutor José Maciel, um trecho da BR, por cerca de 20 minutos, e fechou a Rua Miguel Ortega Mari, em frente à prefeitura. A polícia Militar e a GCM, fizeram a segurança e organizaram o manifesto com carros de apoio, e motocicletas. Os guardas de trânsito do município também estiveram presente.

O objetivo do manifesto é cobrar o prefeito Fernando Fernandes, sobre questões habitacionais, que se referem a regularização de terras, e programas de moradia popular. Os manifestantes em frente à prefeitura, com carro de som fizeram os já conhecidos gritos de guerra como “O povo unido jamais será vencido”, e ainda cantaram músicas que fazem parte do protesto como estratégia para chamar a atenção do prefeito.

Nem mesmo a chuva temporária atrapalhou a população que foi comandada, por Paulo Félix. Nas dependências da prefeitura, um batalhão de guardas da GCM, reforçou a segurança do local, os portões da sede do governo municipal foram fechados, antes mesmo da chegada do MTST. Jovens, adultos e pessoas idosas participaram ativamente e pacificamente, do protesto que reivindica explicações do governo sobre o programa proposto pela gestão atual, no que diz respeito a regularização de terras e casas populares.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.