Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Taboão da Serra adere a “Lei Pancadão Não” à favor da população

Por Anderson Dias | 31/10/2013

aaaa450

Anderson DiasAs faixas da “Lei Pancadão Não”, foram colocadas em vários lugares da cidade como uma forma de alertar os cidadãos

A população de Taboão da Serra foi surpreendida há pelo menos um mês com diversas faixas espalhadas por todo o município trazendo o seguinte informe: “Lei Pancadão Não”, lei de número 2173/13 que é uma iniciativa da prefeitura para coibir o barulho dos alto falantes instalados em automóveis, que incomoda moradores de toda a região com músicas e dizeres pejorativos. Além de não haver limite para terminar, quem desobedecer a ordem e for flagrado nessas condições paga multa no valor de 3.000,00 e tem o equipamento apreendido. 

“É vergonhoso estar em casa e ter de ouvir certas músicas, com palavras feias, palavrões e insinuações”, disse Alba Guimarães.

Se tornou comum entre os jovens instalar em seus carros caixas de som potentes, é quase que uma competição entre eles para ver quem equipa com mais poder, só que estes mesmos jovens querem além da exibição, o objetivo deles é divulgar o super-equipamento e ainda colocar todo mundo pra dançar. Mas eles se esquecem que o volume das músicas muitas vezes agrada só a eles, e acaba irritando outras pessoas que estão ao redor e que não compartilham do mesmo gosto de gênero musical, “Me incomoda muito esse som alto, eu não gosto dessas músicas e dentro da minha própria casa eu não consigo conversar, devido ao som alto”, disse Cristina Ives.

A nova regra instalada no município, já traz muita preocupação para quem investe pesado em equipamentos. E nesse caso instaladores dos chamados “som potente”, estão apreensivos com a possível queda nas vendas de equipamentos, “Aqui na loja há uma demanda boa, pela procura dos nossos serviços de instalação, o pessoal gosta de investir legal em som, muitos chegam a gastar mais de 3 mil reais, chutando baixo, mas já chegaram a instalar som de 5 a 8 mil reais”, disse o instalador de som Eriberto Munhoz.

As faixas da “Lei Pancadão Não”, foram colocadas em vários lugares da cidade como uma forma de alertar os cidadãos, mas a Secretária de Segurança e a prefeitura, tem o mapeamento e sabem quais são os locais com maior índice de reclamações, ou onde são mais comuns. Postos de gasolina, esquinas e até frente de alguns bares, são algumas das diversas denúncias feitas pela população, “Eu moro próximo a 3 pontos comerciais, que são o ponto de encontro para toda essa bagunça, é um horror, no posto de gasolina há bebida e som, na esquina da minha casa som alto e gritaria, e no bar a mesma coisa”, desabafou Valmir Brito.

O Jornal Na Net procurou a secretaria de Segurança, que responde em nome da “Lei Pancadão Não”, para explicar detalhes do regulamento da lei no município, leia abaixo a íntegra da entrevista:

JN: Como foi concebida a lei que acaba com a perturbação do barulho que incomoda a população na cidade?

Secretária de Segurança: A necessidade da elaboração de uma lei desta natureza se deu por causa do apelo da população, a partir de inúmeras reclamações contra os infratores que ignoravam a legislação. Fora aprovada, então, a Lei 2173/2013; 

JN: Em quais parâmetros está enquadrada e quais são os casos que em que a lei pode ser acionada? 

Secretária de Segurança: Ao contrário do que a maioria pensa, não há horário específico para perturbação do sossego. A qualquer momento dia ou da noite, se o cidadão se sentiu incomodado com o barulho excessivo, ele pode acionar a Guarda Municipal e demais órgãos fiscalizadores;

JN: Como proceder nos casos de incomodo? 

Secretária de Segurança: A lei estabelece 80 (oitenta) decibéis como limite máximo da pressão sonora emitida pelos equipamentos sonoros. No caso da infração, o autor poderá ser multado e/ou haverá a remoção imediata do veículo e sua apreensão pelo prazo mínimo de três dias;

JN: Quem são as autoridades que atendem e vão ao local para solucionar os casos? 

Secretária de Segurança: No caso de o cidadão se sentir incomodado com ele pode acionar a GCM pelos telefones 153 e (11) 4771-2217, o trânsito, pelo 118 e demais órgãos listados na lei;

JN: Qual é o valor da multa e para onde vão os equipamentos em caso de apreensão, e o qual é o destino do valor da multa? 

Secretária de Segurança: Os valores das multas variam de 50 a 200 UFMs (Unidade Fiscal Municipal). O valor aprovado para a UFM em 2013 é de R$ 59,13. O destino dos valores arrecadados é possível junto ao Atende, ou ainda em órgão específico na prefeitura municipal.

JN: Desde quando a lei está em vigor? 

Secretária de Segurança: A lei está em vigor desde sua publicação, em 1º de julho de 2013;

JN: Desde quando a lei está em vigor já houve algum registro com multa e apreensão? 

Secretária de Segurança: Foram feitas várias autuações e apreensões desde a promulgação da lei. A quantidade certa é possível junto à Secretaria de Transporte e Mobilidade Urbana (Trânsito); 

18/06/2018

Itapecerica é apontada como o 2º município mais violento do estado de São Paulo

A cidade de Itapecerica da Serra foi apontada como o segundo município mais violento do estado...

15/06/2018

Petrobras anuncia queda no preço da gasolina nas refinarias

A Petrobras anunciou hoje (15) uma queda de 0,89% no preço da gasolina comercializada em suas...

15/06/2018

Etanol está quase mais caro, mesmo com produção maior

 

 

Alternativa mais barata à gasolina, o etanol também está pesando mais no bolso na hora de...

13/06/2018

Greve dos caminhoneiros custará R$ 15 bilhões para a economia

Os dez dias de greve dos caminhoneiros custarão R$ 15 bilhões para a economia, o equivalente a...

05/06/2018

Homicídios atingem 62,5 mil casos e têm maior nível em 10 anos no país

O índice de homicídios no Brasil em 2016 atingiu a marca de 30,3 para cada 100 mil habitantes,...

24/05/2018

Procon de Itapecerica multou posto acusado de vender combustíveis com preços abu

O Procon de Itapecerica da Serra multou o posto de gasolina que estava vendendo gasolina a R$...

24/05/2018

Em Taboão, Café Sensorial promove protagonismo de pessoas com deficiência

O Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (CMPD), ligado à Secretaria de Assistência Social...

24/05/2018

Motoqueiros fizeram ato na Régis, no centro de Taboão em apoio ao protesto

Motoqueiros realizaram protesto no início da noite desta quinta-feira 24, contra o aumento no...

18/06/2018

TaboãoPrev presta contas durante audiência pública na Câmara Municipal

A autarquia municipal TaboãoPrev, responsável pelo fundo de pensão do funcionalismo público,...

18/06/2018

Câmara Municipal de Taboão aprova alteração da alíquota patronal

Os vereadores de Taboão da Serra aprovaram, durante a sessão do último dia 12, um projeto de lei...

18/06/2018

PM prende homem com três armas de fogo após ele disparar tiros em Taboão

A Polícia Militar prendeu em flagrante, na rua Santa Luzia, em Taboão da Serra, um homem com uma...

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.