Você está aqui: Página Inicial » Notícias » Cotidiano

Horário de verão começa neste domingo e vai até 16 de fevereiro de 2014

Por Sandra Pereira | 19/10/2013

imagem

DivulgaçãoMoradores de todos os estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país terão que adiantar relógios uma hora neste domingo

O horário brasileiro  de verão começa à 0h deste domingo, 20, e segue até o dia 16 de fevereiro de 2014 em todos os estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país. Os moradores dessas três regiões deverão adiantar o relógio em uma hora. A economia é a principal justificativa para a instituição do horário de verão, mas a mudança de rotina que o mesmo provoca gera críticas entre aqueles que encontram dificuldades para se habituar a alteração do horário.

“Demoro muito a me habituar com essa mudança simplesmente porque a gente acaba não conseguindo dormir mais cedo e fica sempre com a sensação de ter perdido uma hora de sono”, reclama a profissional liberal Suzane Soares.

Mas, também há os que defendem a mudança de horário afirmando gostar do fato “do tempo passar mais rápido”. É  o caso do porteiro Sandoval dos Santos. “Eu fico com a sensação de que acabo voltando mais cedo pra casa e gosto disso”, afirma.

O Operador Nacional do Sistema (ONS) informa que o horário de verão vai proporcionar uma economia de R$ 400 milhões durante os quatro meses de vigência. O valor é quase quatro vezes o obtido com a adoção do horário em 2012, que ficou entre R$ 130 e 150 milhões.

Segundo o ONS, a previsão de chuvas para o período descarta a possibilidade de apagão.  A demanda de energia nos horários de pico cai 4,6% com a adoção do horário de verão.

"Os indicadores metereológicos são positivos. Segundo os meteorologistas, vamos ter chuva em outubro, novembro e dezembro. Estamos investindo na previsão do clima com um grupo de trabalho com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) para melhorar o monitoramento", informa um diretor do órgão.

Comentários

As matérias são responsabilidade do Jornal na Net, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site. Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.